Presidente do TJ do ES é afastado do cargo

Os dois foram presos na terça-feira (9) por suspeita de crimes

Por unanimidade, o Tribunal de Justiça do Espírito Santo aprovou nesta quinta-feira (11) o afastamento do desembargador Frederico Guilherme Pimentel do cargo de presidente do órgão e de um juiz até o final das investigações.

Os dois foram presos na terça-feira (9) por suspeita de crimes contra a administração pública e contra a administração da Justiça. Procurado pelo G1, o advogado que defende o presidente do TJ disse que não fala com a imprensa.

O TJ também decidiu abrir um processo administrativo disciplinar contra o juiz, exonerar os servidores investigados e enviar um ofício ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), onde tramita o inquérito, sobre a possibilidade de afastamento dos desembargadores investigados. Além de Pimentel, outros dois foram presos.

Outra medida aprovada foi o aprimoramento da distribuição dos processos e a terceirização de todos os concursos para juiz substituto do Tribunal de Justiça do estado.

?As medidas serão tomadas de imediato, com a finalidade de responder de imediato aos anseios da sociedade no sentido de reconstrução da imagem do Tribunal de Justiça, bem como, do restabelecimento da ordem constitucional?.

Fonte: g1, www.g1.com.br