Presidente Lula diz que Brasil tem condição de fazer Copa do Mundo e quer Olimpíadas

Lula foi questionado sobre os R$ 80 bilhões que prefeituras e governo estimam que serão gastos

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, nesta quinta-feira (23), que o país está preparado para investir e sediar a Copa do Mundo de 2014 e que quer mais, as Olimpíadas de 2016. ?Temos condição de fazer a Copa e queremos mais, queremos as Olimpíadas de 2016?, disse, em entrevista à Rádio Globo na manhã desta segunda.

Lula foi questionado sobre os R$ 80 bilhões que prefeituras e governo estimam que serão gastos em obras de infra-estrutura para a Copa do Mundo. A cifra aparece em levantamento do G1 , com base em informações das administrações públicas das 12 cidades-sede, publicado nesta quarta (22).

"Vem a Copa do Mundo. O Brasil está preparado, financeiramente, para injetar esses R$ 80 bilhões que os municípios também terão? Obviamente, as fatias, dentro dos seus municípios, dos seus estados, o governo federal, o presidente Lula, já fazendo (incompreensível) o mundo de olho aqui no Brasil. Estamos preparados para uma Copa do Mundo, presidente?", indagou o comunicador Laércio Maciel.

Segundo o presidente, o país "está preparado" para fazer os gastos. "Estamos preparados. Veja, porque, para trazer a Copa do Mundo para cá, nós tivemos que assumir compromissos, os prefeitos, os governos dos estados e o governo federal", disse e citou a divisão dos gastos ainda pela iniciativa privada e clubes.

"Se o Brasil teve condições de fazer uma Copa do Mundo em 1950, quando a gente era um mero exportador de café, por que o Brasil não tem condições de fazer uma Copa do Mundo em 2010 [2014], quando somos a oitava economia mundial e quando somos um país industrialmente importante?"

Lula disse que os governos gastarão o que for necessário para facilitar a vida das pessoas durante e depois da Copa. "Obviamente que nós não queremos fazer uma Copa do Mundo gastando aquilo que nós não temos. Mas o que nós queremos é, primeiro, entre os entes federados ? cidade, governo estadual e governo federal ? gastar o que for necessário para facilitar a vida das pessoas, antes, durante e depois da Copa do Mundo."

O presidente afirmou que o compromisso do governo federal é com as obras de mobilidade urbana, como linhas de metrô, corredores de ônibus,

estacionamentos e aeroportos. ?Isso não é para a Copa do mundo, é para o Brasil. São obras que serão feitas e vão ficar para que o povo tenha mais qualidade de vida.?

Questionado se é atleta, o presidente brincou. ?Você percebe que, pelo corpo, só se fosse lutador de sumô.?

Fonte: g1, www.g1.com.br