Lula volta a Brasília após internação e diz que saúde e exames estão perfeitos

Lula volta a Brasília após internação e diz que saúde e exames estão perfeitos

O presidente teve uma crise de hipertensão na quarta-feira (27), no Recife

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou na tarde deste sábado (30) na Base Área de Brasília depois de passar por uma bateria de exames no Instituto do Coração (Incor), em São Paulo.

O presidente teve uma crise de hipertensão na quarta-feira (27), no Recife. Lula e a primeira-dama, Marisa Letícia, chegaram de helicóptero no Palácio da Alvorada, onde devem passar o final de semana descansando. O presidente não falou com a imprensa e, segundo a assessoria, não há previsão de visitas nesta tarde.

Ao terminar o check-up, em São Paulo, por volta de 11h, Lula disse que ficou preocupado com o quadro de pressão alta que teve, mas afirmou que vai tentar manter a agenda de viagens.

?Vamos ter que encontrar um jeito. O problema é que temos que continuar viajando pelo Brasil. Temos muita coisa pra fazer. Este ano é o último ano [de governo] e não podemos deixar a peteca cair. Se a gente esmorece, todo mundo esmorece", disse.

Ele argumentou que suas viagens são necessárias para fiscalizar o andamento das obras e cobrar agilidade na execução delas. O presidente declarou ainda que sua saúde e os exames estão "perfeitos". Ele atribuiu a crise de hipertensão a excesso de cansaço e de muitas horas acordado. ?Eu vou continuar viajando. Graças a Deus estou com minha saúde perfeita.? Lula disse mede sua pressão todos os dias e o resultado é sempre 11 por 7 ou 12 por 7.

Hora a hora de Lula no dia da internação

O presidente realizou um ecocardiograma para função dos músculos do coração, ultrassonografia de abdome total, tomografias de crânio, carótida, tórax, coronária, abdome e vascular, além de avaliação urológica e exames de sangue e urina, segundo a assessoria do hospital. Dona Marisa também passou por exames. Os resultados preliminares apontaram que o estado geral de saúde de ambos é bom.

"Atividade normal"

Depois de Lula, o cardiologista Roberto Kalil Filho falou à imprensa. Segundo ele, o presidente pode voltar à atividade normal e recebeu a recomendação de descansar mais, dormir mais e fazer atividade física.

O médico afirmou que o pico de hipertensão ocorreu devido a cansaço, estresse e dieta talvez irregular. "Há uma orientação de dieta, não abusar do sal e, o mais importante, fazer exercícios físicos", disse.

Questionado se houve alguma recomendação específica sobre como deverá ser a rotina do presidente para a campanha eleitoral deste ano, o cardiologista disse que a orientação é que Lula "siga a vida dele". "Não aconteceu nada de mais. Os exames estão bons. Vai levar a vida dele no ritmo dele", declarou.

Crise e repouso

A crise de hipertensão fez com que Lula cancelasse a ida a Davos, na Suíça, onde ocorre o Fórum Econômico Mundial. Ele receberia um prêmio na sexta-feira e foi representado pelo ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim.

Na quinta e na sexta, o presidente descansou em sua casa em São Bernardo do Campo, sem agenda oficial. No seu retorno a Brasília, o presidente deve manter a rotina dos últimos dois dias: descanso embalado por sessões de filmes. Lula deve retomar a agenda de trabalho na segunda-feira (1º).

O problema de saúde do presidente motivou uma ligação do assessor nacional de segurança do governo dos Estados Unidos, general Jim Jones, para o assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, nesta sexta-feira, para obter informações sobre o estado de Lula.

Fonte: g1, www.g1.com.br