Procurador Marco Túlio encerra mandato no TRE-PI

Marco Túlio destacou a contribuição do Ministério Público Eleitoral na evolução da jurisprudência do TRE do Piauí

?Estou feliz e consciente do dever cumprido. Não me arrependo de minha atuação. O Ministério Público Eleitoral contribuiu para a evolução da jurisprudência no TRE/PI. Interpretamos a lei eleitoral de forma condizente com a realidade do Estado do Piauí.? A afirmação é do Procurador Regional Eleitoral Marco Túlio Caminha, que participou da sua última sessão, hoje 23, no TRE do Piauí, depois de um mandato de dois anos, segundo ele, de um trabalho muito intenso desde o começo, com muitas ações.

Primeiro foram os processos de infidelidade partidária, depois inúmeros processos de impugnação de candidatura e, por fim, os processos de cassação de mandatos por ocasião das eleições de 2008. Ele avaliou como bastante positiva a atuação do Ministério Público Eleitoral neste período e acrescentou que: ?se fosse repetir faria da mesma forma sem mais nem menos?.

Marco Túlio destacou a contribuição do Ministério Público Eleitorl na evolução da jurisprudência do TRE do Piauí, na tentativa de dar à lei eleitoral o sentido que ela realmente quer, qual seja uma interpretação realista, condizente com a realidade do Piauí, onde, segundo o Procurador, os delitos eleitorais realmente acontecem. ?A mídia refletiu a satisfação da sociedade com a atuação do Ministério Público Eleitoral?, pontificou.

O seu substituto, também Procurador da República, o Dr. Marcos Aurélio Alves Adão, 33 anos, sete anos no Ministério Público, quatro deles no Maranhão e um no Distrito Federal, encara com tranqüilidade e naturalidade a nova missão e dá um recado aos políticos: ?É preciso seguir as regras do jogo democrático. Vamos estar atento ao cumprimento da lei eleitoral?

Os Procuradores da República, que atuam junto aos Tribunais Regionais Eleitorais, têm a função de fiscalizar o cumprimento das regras do processo eleitoral, garantindo, assim, a lisura e o equilíbrio da disputa.

Fonte: Ascom TRE-PI

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte