Procuradoria irá analisar ameaças a Dilma no Twitter

Teor envolve principalmente o apelo para que um atirador de elite abatesse Dilma durante sua posse,

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, informou nesta segunda-feira que irá analisar a procedência de supostas ameaças veiculadas na rede de microblogs Twitter à presidente Dilma Rousseff. Depois da análise de documentos com o conteúdo das ameaças será possível decidir pela abertura ou não de investigação e eventualmente punir os responsáveis.

As mensagens, cujo teor envolve principalmente o apelo para que um atirador de elite abatesse Dilma durante sua posse, realizada no último sábado, em tese podem ser enquadradas, conforme o Código Penal, nas práticas de incitação ao crime e apologia de crime, ambas passíveis de punição com detenção de três a seis meses ou multa. Nos Estados Unidos, durante a campanha que levou Barack Obama à Casa Branca, um tribunal federal da Califórnia condenou Walter Edward Bagdasarian por ameaçar o então candidato democrata.

"Bem agora podia vir um atirador de elite e acertar a cabeça da Dilma, maldita", diz uma das mensagens contra a presidente brasileira que serão investigadas pelo Ministério Público. "Matem essa Dilma de uma vez, por favor. Algum atirador acerta na cabeça dela e outro no vice dela", afirma outra mensagem.



Fonte: Terra, www.terra.com.br