Professores homenageiam João de Deus em noite de festa

A luta em defesa do reconhecimento do ensino religioso pelo governo estadual rendeu homenagem ao deputado João de Deus (PT)

A luta em defesa do reconhecimento do ensino religioso pelo governo estadual rendeu homenagem ao deputado João de Deus (PT). Ontem, em Teresina, durante a colação de grau dos 120 professores das turmas formadas pelo Instituto Superior Antonino Freire e pelo Instituto Católico de Ensino Superior do Piauí, o parlamentar foi agraciado com uma placa. Esse é, segundo o secretário de Educação, Antônio José Medeiros, ?a certidão de nascimento profissional e um resgate histórico para a educação?.

Em seu discurso, João de Deus agradeceu a homenagem e lembrou que foi procurado no começo de 2008 pelo professor de teologia, Rolands Tavares. Ele solicitou apoio para que o ensino religioso pudesse ser reconhecido e, principalmente, garantir a possibilidade de participar de concurso público. Faltava a licenciatura em ciências religiosas.

?Fico feliz de estar participando desse momento de vitória e continuaremos à disposição dos professores e das demais categorias. A área da Educação é sem dúvida uma das grandes marcas do nosso governo. Sabemos que é preciso avançar mais, mas é impossível não reconhecer o quanto já foi feito na administração do governador Wellington Dias e do secretário Antônio José Medeiros?, afirmou.

?O ensino religioso não era valorizado por diretores e nem por alunos. Quando um professor precisava adiantar aulas, sempre sobrava o nosso horário?, explicou o especialista João Leite. Área Maria, outra professora recém licenciada afirmou que ?a teologia não valia para o Ministério da Educação. O ensino era voltado apenas para uma religião, mas o Estado garantiu que no curso todas fossem debatidas?.

Antônio José Medeiros confirma a observação dos professores e reconhece que a formação de valores é um dos maiores problemas educacionais, hoje mais preocupada com o conhecimento técnico-científico. Para ele, a colação de grau teve um significado histórico para a educação no Piauí e disse que a grade curricular da licenciatura contempla as mais diversas manifestações religiosas.

Em todo o Estado 320 professores tiveram a oportunidade de fazer a especialização nos municípios de Teresina, Oeiras, Campo Maior, Floriano, Picos, São Raimundo Nonato e Parnaíba. Ano passado, pela primeira vez o governo estadual ofereceu concurso público para ensino religioso, onde 43 foram classificados.

Fonte: Ascom