Programa Mais Médicos tem adesão de 105 cidades do PI

Os municípios têm até amanhã (25) para aderir ao programa do governo federal que visa melhorar o atendimento aos usuários do SUS

Pelo menos 105 municípios piauienses já aderiram ao programa Mais Médicos, em apenas duas semanas de inscrições. A informação é da Associação Piauiense de Municípios (APPM), que está mobilizando as prefeituras para serem inseridas no projeto do Governo Federal. Dos 224 municípios do Estado, 127 cidades estão inclusas na lista dos prioritários, mas todos podem realizar o cadastro.

?Todos na APPM estão engajados para que os municípios tenham todo o apoio no cadastramento?, diz o presidente da entidade, Arinaldo Leal. ?Além da mobilização realizada através de nosso site, realizamos também ligações para todas as prefeituras e secretarias municipais de saúde dos municípios prioritários?, acrescenta.

As inscrições para o Mais Médicos seguem abertas até o próximo dia 25 e podem ser feitas pelo site do Ministério da Saúde. Os médicos participantes receberão bolsa federal de R$ 10 mil, paga pelo Ministério da Saúde, ajuda de custo para deslocamento até o local onde irá atuar e farão especialização em Atenção Básica.

O programa integra um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do SUS, com objetivo de acelerar os investimentos em infraestrutura nos hospitais e unidades de saúde, além da chamada de médicos com foco nas regiões de maior vulnerabilidade social.

A iniciativa prevê ainda a expansão do número de vagas de medicina e de residência, o aprimoramento da formação médica no Brasil e a chamada imediata de médicos com foco nos municípios de maior vulnerabilidade social e Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dsei).

Dentre os municípios prioritários que já fizeram a adesão estão: Vila Nova do Piauí, Vera Mendes, Tanque do Piauí, São Raimundo Nonato, São Pedro do Piauí, São Julião, São João do Piauí, Piripiri, Piracuruca, Pedro II, Parnaíba, Barras, Sussuapara, Sebastião Barros, Batalha, Cabeceiras, Regeneração, Pio IX, São João da Varjota, Pimenteiras, Parnaguá e Paulistana.

?No Piauí, as regiões ao Sul do estado são as que mais sofrem, como ao redor de São Raimundo Nonato e Corrente. Existem muitas vagas para equipes do PSF abertas há muito tempo?, disse Arinaldo Leal.

Fonte: Raimundo Gomes e Samira Ramalho