Protestos contra a visita do presidente Barack Obama à Turquia deixam 15 feridos

Milhares de turcos saíram às ruas da capital e de Istambul para protestar

Pelo menos 15 pessoas ficaram feridas nesta segunda-feira (6) quando a polícia tentou dispersar um pequeno grupo de manifestantes que tinha se reunido em frente ao Parlamento turco antes de um discurso do presidente americano, Barack Obama, que visita o país.

Aproveitando a visita oficial de Obama, milhares de turcos saíram às ruas da capital e de Istambul para protestar contra a política dos Estados Unidos.

De manhã, enquanto o novo presidente americano era recebido pelo seu colega turco Abdullah Gül , um grupo de 20 ou 25 pessoas, segundo a imprensa local, se aproximou da entrada principal do Parlamento, de onde foi violentamente retirado pelos policiais.

A intervenção foi muito violenta, e pelo menos 15 pessoas ficaram feridas, segundo os meios de comunicação.

Os manifestantes, em sua maioria seguidores de partidos de extrema esquerda, tinham se reunido numa rua do centro da capital, onde, aos gritos de "Yankees go home", começaram a protestar contra a política americana no Oriente Médio e o envio de mais tropas ao Afeganistão.

Mais de 4.000 policiais estão em alerto máximo em Ancara para evitar incidentes durante a visita de Obama, a primeira do presidente americano a um país de maioria muçulmana.

Fonte: g1, www.g1.com.br