PSB e PCdoB deverão marchar juntos em 2012 visando a PMT

PSB e PCdoB deverão marchar juntos em 2012 visando a PMT

“Não existe porta fechada para ninguém”, pontuou Rodrigo Martins.

Companheiros históricos em disputas eleitorais no Piauí, PSB e PCdoB deverão marchar juntos novamente nas eleições municipais de 2012. Quem confirma é o presidente do diretório municipal do PSB, vereador de Teresina Rodrigo Martins. Segundo o parlamentar, a sigla também estendeu o diálogo com o PPS, PTC, PRB, PSDC, PSD e PSDB, costurando uma ampla aliança que poderá disputar o comando do Palácio da Cidade no próximo ano.

Em entrevista ao Jornal Meio Norte, Martins frisou que o partido não discute sequer a possibilidade de ser vice, e pretende encabeçar uma chapa para concorrer à Prefeitura da capital.

?Não existe porta fechada para ninguém?, pontuou Rodrigo, admitindo, no entanto, que é mais natural compor com legendas que dão sustentação ao Governo do Estado. Além de lançar candidatura majoritária própria, o PSB tem o objetivo de eleger de quatro a cinco vereadores em Teresina, contando com o apoio do governador Wilson Martins, presidente regional da sigla.

Jornal Meio Norte: Como estão as conversas com outros partidos em relação a uma aliança para as eleições 2012 em Teresina?

Rodrigo Martins: Primeiro é importante frisar que temos plena consciência do trabalho que ainda temos que realizar enquanto vereador e que definição sobre eleições somente acontecerá no ano de 2012. Teresina tem muitos problemas (saúde, habitação, geração de emprego, trânsito, transporte) e nem sempre suas soluções são simples. Aprendi com o mandato de vereador que o debate e a discussão, por mais contraditórios que possam ser, sempre contribuem de forma positiva para a resolução da problemática.

O PSB é um partido que cresceu bastante nos últimos anos, tanto em quantidade quanto em qualidade, aqui em Teresina não tínhamos nenhum vereador e conseguimos eleger dois, hoje temos o presidente da Câmara, vereador Edvaldo Marques, que está fazendo uma administração de forma exemplar e reconhecida por todos os parlamentares, funcionários e sociedade.

Somos um partido aberto ao diálogo, sempre disposto a debater qualquer tipo de questão com qualquer partido que nos procure. Já conversamos com o PCdoB, PPS, PTC, PRB, PSDC, PSD e PSDB.

JMN: É possível haver diálogo com o PSDB, por exemplo, que foi adversário do PSB nas eleições gerais do ano passado? Existem partidos com quem o PSB naturalmente poderá se unir, como o PCdoB?

R.M.: Temos que ter a maturidade suficiente para diferenciar adversários de inimigos. Respeitamos as diferenças ideológicas partidárias existentes entre os partidos e gostaríamos de que, independentemente do resultado de qualquer eleição, todas as siglas partidárias pudessem se unir em prol do nosso povo e de melhorias para as nossas cidades.

Tenho um bom relacionamento com todos os partidos de Teresina, não existe porta fechada para ninguém. O PSB irá dialogar com quem quiser dialogar com ele. Não existe nenhum empecilho com o PSDB, no entanto, é mais natural compormos com partidos que dão sustentação ao Governo do Estado.

Hoje posso afirmar que a ideia unânime do PSB de Teresina e de sua militância é ter candidatura própria a prefeito. O PCdoB é um companheiro histórico. Onde um partido estiver em 2012, certamente o outro estará junto.

JMN: Que estratégias o partido está definindo em relação à capital quando se trata das eleições para vereadores?

R.M.: Além de lançar candidatura majoritária própria, temos o objetivo de fazer quatro a cinco vereadores. Conseguimos filiar uma boa chapa de pré-candidatos que certamente contribuíram muito para o PSB e para Teresina.

JMN: Mesmo buscando ser cabeça de chapa, o PSB não descartaria a possibilidade de ocupar a vice em uma aliança ampla pelo comando do Palácio da Cidade?

R.M.: Hoje só trabalhamos com a possibilidade de candidatura própria.

JMN: O senhor está envolvido em diversas causas na Câmara de Vereadores. Que projetos o senhor pode destacar que estão sendo trabalhados em seu mandato?

R.M.: Nos últimos meses estive envolvido na CPI da Cmeie e tive que deixar de lado alguns projetos do mandato. Mas atualmente estamos realizando um novo levantamento das condições das unidades esportivas de Teresina, será um trabalho longo, pois pretendemos fotografar cerca de 100 campos e quadras.

Temos ainda pautas importantes como a Lei do Paredão, que regulamenta o uso de som automotivo em Teresina; a que dispõe da padronização do uniforme escolar em todas as escolas da rede municipal de ensino; sobre a inclusão da temática ambiental na disciplina de Ciências, na grade curricular das escolas do município; capacitação de pelo menos um servidor municipal nas escolas públicas de Teresina para prestação de primeiros socorros em situações de urgência e emergência, entre outros.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte