PSB ganha duas pastas no governo e Ciro Gomes poderá escolher

PSB ganha duas pastas no governo e Ciro Gomes poderá escolher

Ciro Gomes foi ministro da Integração Nacional no governo Lula

O deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) pode escolher entre duas pastas para fazer parte do governo de Dilma Rousseff. Segundo um assessor do presidente do partido e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, ele e Dilma conversaram na última sexta-feira e ficou acertado que o partido terá direito a indicar ministros para duas pastas: Integração Nacional e Secretaria Especial de Portos, que também comandará o setor de aviação civil no governo da presidente eleita.

Além de Campos e Dilma, participaram do encontro o governador do Ceará, Cid Gomes, e o vice-presidente da sigla, Roberto Amaral. Segundo relato do assessor, Dilma deu liberdade a Ciro, que é seu amigo pessoal, para escolher uma das duas pastas.

Ciro Gomes foi ministro da Integração Nacional no governo Lula até 2006, quando deixou o governo para disputar uma vaga na Câmara dos Deputados. E até pouco antes das prévias partidárias acalentava o sonho de disputar a Presidência da República pelo PSB. O partido, contudo, preferiu apoiar a candidatura de Dilma. Magoado, o deputado chegou a dizer que o concorrente do PSDB, José Serra, estava "mais preparado" do que Dilma para assumir a Presidência.

Também ficou decidido na reunião que o outro nome do PSB para o ministério é Fernando Bezerra Coelho, que é secretário de Desenvolvimento do governo de Pernambuco. Caso Ciro opte pela Secretaria dos Portos remodelada, Bezerra iria para a Integração Nacional.

A presidente eleita está desde ontem em Porto Alegre e permanece por lá até quarta-feira pela previsão inicial. Segundo assessores diretos da petista, ela deve ter apenas agendas pessoais. Na quinta-feira, ela deve ir para Foz do Iguaçu (PR), onde participa da reunião final do Mercosul e do jantar de encerramento. Na sexta, Dilma será diplomada pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Fonte: Terra, www.terra.com.br