PSB investe em jovens para 2010

O PSB vem se movimentando junto aos novos prefeitos em prol de uma plataforma voltada para a juventu

O PSB vem se movimentando junto aos novos prefeitos em prol de uma plataforma voltada para a juventude. Nega-se que as articulações visem 2010, mas todos os novos prefeitos do partido têm sido procurados pela Juventude Socialista Brasileira (JSB), braço jovem do PSB, para que implantem em seus municípios políticas voltadas para os jovens.

De acordo com o secretário municipal da JSB, Emanuel Alcântara, a JSB tem investido nos contatos com os prefeitos para destacar principalmente a necessidade da criação de secretárias da juventude ou estruturas semelhantes.

?Logo após o encontro de prefeito promovido pela diretoria estadual, pudemos fazer o contato pessoalmente com a maioria dos prefeitos eleitos para reforçarmos a importância das ações por parte do executivo como forma de implementar políticas voltadas para juventude?, explicou o secretário.

Entre os programas a serem desenvolvidos nos municípios estão incluídos o Projovem, Bolsa Atleta, Escola Aberta.

?São políticas aprovadas inicialmente pela Conferência Nacional da Juventude?, disse Emanuel Alcântara. O secretario municipal disse ainda que entre as propostas estão incluídas discussões sobre políticas para meio ambiente. Até o momento já foram contactados os prefeitos de Altos, Luís Correia, Vila Nova do Piauí, Elesbão Veloso, Oeiras, Ipiranga e Anísio de Abreu. Questionado se a mobilização tem um olho voltado para atrair o voto jovem em 2010, o secretário evita comentar a possibilidade.

?A proposta não é pensando somente em 2010 mas sim, pelo crescimento do partido e da juventude em todo o Estado?, afirmou. Entretanto, Emanuel Alcântara dmite que o crescimento da militância do partido coloca 2010 em pauta. ?Quando se fala em 2010 é inevitável que com o crescimento da militância serão levantadas questões quanto à sucessão do governo e caso o candidato da base do governo indicado seja do nosso partido?, ressalta o secretário.

Fonte: Carlos Rocha, Jornal Meio Norte