PSB pode não fazer coligação em Teresina para eleições 2012

PSB pode não fazer coligação em Teresina para eleições 2012

“Queremos um partido coeso, e vamos decidir nosso caminho sem nenhum embate”, pontuou Rodrigo Martins.

O PSB deve escolher qual caminho irá seguir nas eleições deste ano em Teresina até este sábado. A posição foi passada pelo vereador da capital e presidente municipal da sigla, Rodrigo Martins. Uma reunião entre o presidente regional do partido, o governador Wilson Martins, e os membros da Executiva municipal do PSB, realizada no último final de semana, não apontou para um consenso e a legenda poderá liberar os pré-candidatos a vereadores sem firmar oficialmente nenhuma aliança.

Depois de cogitar pelo menos quatro nomes para o cargo de prefeito ? os vereadores Rodrigo Martins e Edvaldo Marques, o deputado estadual Wilson Brandão e o deputado federal Átila Lira ? o PSB admite agora que nenhum dos possíveis pré-candidatos se viabilizou em relação a intenções de voto e alianças partidárias. ?Se não aparecer nenhum candidato novo, está descartada [a candidatura própria]?, disse Rodrigo.

O vereador ressaltou que hoje existem três possibilidades para o PSB: apoiar o deputado federal Marllos Sampaio (PMDB); o deputado estadual Firmino Filho (PSDB) ou não fechar nenhuma aliança. ?Iremos debater isso em uma reunião na quarta-feira e até sábado acredito que teremos um posicionamento?, disse.

Segundo Martins, o objetivo do PSB municipal é se fortalecer e a prioridade do partido é não prejudicar as candidaturas proporcionais em Teresina. ?Queremos um partido coeso, e vamos decidir nosso caminho sem nenhum embate?, pontuou Rodrigo Martins, acrescentando ainda que a sigla não foi procurada oficialmente por nenhum pré-candidato. ?Também não vamos procurar ninguém, estamos esperando?, concluiu.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte