PT acusa aliados de Serra por invasão de site

Desde segunda-feita (12), o portal do PT foi invadido e redireciona os internautas para a página do PSDB.

Desde segunda-feita (12), o portal do PT foi invadido e redireciona os internautas para a página do PSDB. O PT divulgou nota sugerindo que há suspeitas de que aliados do pré-candidato à Presidência da República José Serra (PSDB) seriam responsáveis pela ação.

Inicialmente, o site havia sido contaminado com vírus. Por conta das mensagens, a Secretaria Nacional de Comunicação do partido tirou o portal do ar até a tarde de terça-feira. Apesar disso, no momento, o site mostra a mensagem: "O Brasil pode mais", assinada por "PSDB Hackers". A seguir, o internauta é direcionado para o site do PSDB.

Na nota do PT, consta que se trataram de "iframes maliciosos" em arquivos com extensão .html e .php. "Iframe" é um comando (tag) em linguagem html que permite carregar dados de outro site mesmo sem que isso seja exibido para o visitante. Com esse conteúdo, podem ser incluídos vírus.

Outras páginas de entidades sindicais e de blogues favoráveis à pré-candidata do PT Dilma Rousseff (PT) também relataram invasões semelhantes.

O PT sustenta, na nota, que suspeita de "guerra suja na internet", "deflagrada pelos aliados do candidato tucano José Serra". O secretário nacional de Comunicação da sigla, André Vargas, diz que espera "sinceramente que a candidatura adversária não esteja estimulando este tipo de comportamento".

A assessoria de imprensa do PSDB afirmou, à revista Exame, que defende de forma "ampla, geral e irrestrita" uma investigação sobre o ataque virtual sofrido pelo PT, "inclusive pela Polícia Federal".

O incidente ocorre uma semana antes de o site oficial de Dilma entrar no ar. Desde segunda (12), ela tem uma conta no sistema de microblogues Twitter. Na próxima segunda (19), a página deve entrar no ar.

"Efeito Bomba"

O Portal Imprensa, lembra que não é o primeiro problema do PT com a internet. O chamado "Efeito bomba" no Google promove uma distorção que associa a busca pela palavra "mentiroso" ao verbete Luiz Inácio Lula da Silva no Wikipedia. Segundo o diretor de comunicação do Google, Felix Ximenes, o problema acontece por "tentativa de manipular temporariamente os resultados", provocado "por um grande número de usuários". O diretor diz ainda que a empresa não interfere nos resultados, para não agir "a favor de alguém".

Fonte: Rede Brasil Atual