PT aguarda decisão do STF sobre o caso do caseiro piauiense para lançar Palocci

A decisão deve sair ainda este ano, e o a Corte deve decidir se aceita ou não a denúncia do MPF

O PT de São Paulo aguarda decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre o caso da quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa para lançar o ex-ministro da Fazenda e deputado federal Antonio Palocci como pré-candidato ao governo de São Paulo em 2010, conforme revela reportagem de José Alberto Bombig e Catia Seabra, publicada na edição de hoje da Folha.

A decisão deve sair ainda este ano, e o a Corte deve decidir se aceita ou não a denúncia do MPF (Ministério Público Federal) contra o ex-ministro.

Petistas veem Palocci como o único capaz de atrair nomes de peso --como de Marta Suplicy, Aloizio Mercadante e da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil)-- em torno de sua campanha. Após a derrota de Marta nas eleições municipais pela Prefeitura de São Paulo, o PT estuda ainda lançar um novo nome ao governo, caso Palocci não esteja disponível.

Entre os possíveis pré-candidatos, estão prefeitos pela sigla recém-eleitos no Estado, e o ministro Fernando Haddad (Educação).

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br