PT se preocupa com repercussão das acusações de Procurador

PT se preocupa com repercussão das acusações de Procurador

O Procurador-Geral da República, Roberto Gurgel desabafou sobre os crimes dos mensaleiros, nesta sexta-feira, no Supremo Tribunal Federal

Apesar das negativas oficiais, integrantes da cúpula do PT demonstraram preocupação de ontem para hoje com o impacto da acusação feita nesta sexta-feira pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, no julgamento do mensalão, no Supremo Tribunal Federal.

Ao Blog, pelo menos três influentes petistas demonstraram surpresa com o desempenho de Gurgel e fizeram uma análise pessimista sobre o reflexo negativo da peça acusatória para o partido, principalmente nessas eleições municipais.

Nas palavras de um parlamentar petista, houve grande repercussão na mídia da sessão em que Gurgel fez a acusação. Independente de provas, reconheceu um integrante da Executiva Nacional do PT, Gurgel deixou o partido numa situação delicada ao fazer uma retrospectiva detalhada do escândalo do mensalão num ambiente solene como o do STF.

Os petistas também ficaram surpresos com o que classificaram de ?contundência de Gurgel? na acusação que fez ao ex-chefe da Casa Civil, José Dirceu.

Além disso, há o reconhecimento interno de setores do partido de que foi um erro a articulação feita por petistas para tentar levar Gurgel para o banco da CPI do Cachoeira. Em abril deste ano, houve forte cobrança de petistas para que o PGR explicasse a demora em denunciar o então senador Demóstenes Torres.

Ao Blog, um ministro petista foi direto ao apontar o equivoco: o procurador deu uma resposta direto ao partido no desabafo feito na noite de sexta, quando disse que o Ministério Público passou a ser alvo de onda de ?ataques grosseiros e mentirosos? jamais enfrentados por um ocupante de seu cargo por conta da denúncia.

Fonte: G1