PT Nacional pede anulação de aliança feita com PSB da Paraíba

PT Nacional pede anulação de aliança feita com PSB da Paraíba

Pedido foi oficializado no início da tarde deste sábado (5). PSB tinha registrado a chapa encabeçada por Ricardo Coutinho minutos antes.

O Partido dos Trabalhadores (PT) nacional deu entrada na tarde deste sábado (5) em um pedido de anulação da aliança entre o partido na Paraíba e o Partido Socialista Brasileiro (PSB). O pedido foi oficializado no início da tarde no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), minutos depois do PSB registrar a chapa que tem o governador Ricardo Coutinho como candidato a governador e Lucélio Cartaxo (PT) como candidato a senador. As informações foram confirmadas pelo Secretário Judiciário do TRE, Walter Félix.

O G1 fez contato com o presidente do PT na Paraíba, Charlinton Machado, para que comentasse o caso, mas ele não atendeu às chamadas.

Um dos documentos anexos ao pedido é uma resolução que determina o apoio ao PMDB, que tem o senador Vital do Rêgo como candidato ao governo na Paraíba. Segundo o Secretário Walter Félix, a petição do PT nacional vai ser distribuída para a análise de um dos membros do TRE, que deve apreciar a questão e verificar se procede ou não a alegação contida no pedido. O prazo para julgamento de todos os pedidos de registro é o dia 5 de agosto.

O PSB homologou na noite de segunda-feira (30) a candidatura de Ricardo Coutinho ao governo do Estado da Paraíba nas eleições de outubro, com o apoio do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo e do PT, que lançou Lucélio Cartaxo, irmão de Luciano Cartaxo, como candidato a senador na chapa majoritária de Coutinho.

O documento apresentado na tarde deste sábado pelo PT nacional orienta que deve ser validada uma coligação dos petistas com o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). A convenção do PMDB, que é aliado do PT nacionalmente, aconteceu no domingo (29). A princípio, o partido declarou que estava reservando a candidatura a vice-governador para o PT, mas como o partido tinha anunciado no dia 26 apoio à candidatura do PSB, o cargo ficou em aberto.

Fonte: G1