PT tenta assegurar últimas vagas no ministério de Dilma

São três os pleitos remanescentes, apresentados ao presidente do partido, José Eduardo Dutra.

A poucos dias da conclusão da montagem do ministério de Dilma Rousseff, o PT entrou em esforço concentrado para assegurar suas derradeiras vagas, informa o "Painel" da Folha, editado por Renata Lo Prete.

São três os pleitos remanescentes, apresentados ao presidente do partido, José Eduardo Dutra.

Para a Saúde, Alexandre Padilha, hoje nas Relações Institucionais. Para o lugar de Padilha, Wellington Dias, senador eleito e ex-governador do Piauí, ou o deputado Luiz Sérgio (RJ).

Por fim, há o Ministério do Desenvolvimento Agrário, para o qual os candidatos petistas são Lúcia Falcón, secretária de Planejamento de Sergipe, o deputado Nelson Pellegrino (BA) e Geraldo Simões, ex-prefeito do município baiano de Itabuna.

Ontem, Dilma oficializou a indicação de 10 novos ministros. Cinco nomes são do PMDB, três do PT e um do PR, além da jornalista Helena Chagas para a Secretaria de Comunicação Social.

Com isso, são 16 ministros já confirmados pela petista, restando ainda 21 indicações.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br