PTB e PSDB negam acordo para junho

A proposta foi declarada pelos membros do PTB, deputado Nerinho e o ex-deputado Paulo César Vilarinho, que explicaram que o critério seria pesquisa

Nos bastidores da política de ontem, os comentários eram de que o PTB e o PSDB poderiam se juntar e esperar até junho para definir o nome que encabeçaria a chapa oposicionista, se o ex-prefeito Sílvio Mendes (PSDB) ou se o senador João Vicente Claudino. Com esse cenário, a disputa ficaria polarizada em apenas dois nomes: um da oposição e outro do Governo.

A nova proposta foi declarada pelos membros do PTB, deputado Nerinho e o ex-deputado Paulo César Vilarinho, que explicaram que o critério adotado seria desempenho nas pesquisas. No entanto, ambos fizeram questão de ressaltar que a proposta deveria ser formalizada pelo presidente do PTB, senador João Vicente Claudino. No entanto tanto os tucanos quanto os petebistas fizeram questão de desmentir a existência de acordos nesse sentido.

De acordo com o presidente do PSDB, deputado Luciano Nunes, o PSDB não recebeu propostas de acordo com o PTB. Enquanto isso, garante Nunes, o PSDB mantém sua candidatura encabeçada pelo ex-prefeito Sílvio Mendes. ?O PSDB se manifestará caso aja conversas com o presidente do PTB, que é quem falará em nome do partido?, frisou o tucano. Sílvio Mendes, por outro lado, admitiu que a proposta ?é boa?, mas que ainda não foi colocada pelo PTB.

O senador João Vicente Claudino, falando em nome da executiva do partido, fez questão de descartar o acordo divulgado pelos deputados petebistas. ?A executiva me deu a prerrogativa de tratar dos acordos políticos. Conversamos sobre alianças com todos os partidos, mas minha candidatura está mantida?, reiterou, destacando que candidaturas não podem ser calculadas com base em números de pesquisas. (M.M)

Fonte: Mayara Martins