PTB realizará encontros regionais para reafirmar candidatura de JVC

No encontro foi descartado outro cargo a não ser encabeçar uma chapa

O PTB se reuniu com lideranças para reafirmar a candidatura do senador João Vicente Claudino ao Governo do Estado e para traçar as estratégias do partido. De acordo com ex-deputado federal Elizeu Aguiar (PTB) o partido continua aberto para conversas mas mantém sua pré-candidatura ao governo ?mais firme que nunca? e descartou outro cargo a não ser encabeçar uma chapa.

Elizeu Aguiar explicou que o partido pretende realizar encontros regionais para elaborar um plano de governo. ?Vamos dividir o Estado para levar nossas propostas e o nome do partido para as lideranças e para a população em geral. É botar o pé na estrada?, adiantou, acrescentando que a candidatura de João Vicente foi reafirmada pela executiva e cerca de 45 prefeitos petebistas. ?Queremos fortalecer nossa candidatura?, frisou, reconhecendo que a rejeição do senador é grande. ?Mas vamos trabalhar para mostrar que ele é um forte candidato e essa rejeição será reduzida?, garante.

Enquanto isso, Elizeu Aguiar garante que as conversas com os demais partidos continuam, inclusive com o PMDB, considerado como um partido forte e importante para as eleições deste ano. O petebista lembrou que o partido aguarda também o apoio do DEM, que já se mostrou dividido em relação ao apoio aos tucanos. ?Não estamos fechados para conversar com ninguém. Quanto mais partidos, melhor?, assegura, acrescentando que o PTB tem que pensar grande e vai mostrar para o Piauí que tem propostas que podem contribuir com o desenvolvimento do Piauí.

Candidatura a deputado ? Elizeu Aguiar trabalha também para viabilizar sua candidatura a deputado federal. Com pouco mais de 32 mil votos nas eleições, o petebista diz que agora conta com experiência adquirida nesses 1 ano e 3 meses que assumiu como suplente do deputado Antônio José Medeiros (PT). ?Esse mandato me deu visibilidade e peso político. Vamos montar grupos de trabalho em várias cidades para viabilizar minha candidatura. Temos agora, um eleitorado classificado?, argumenta. (M.M)

Fonte: Mayara Martins