PTC lança pré-candidatura de Evaldo Gomes à Prefeitura de Teresina

Gomes explicitou sua disposição em se lançar candidato

A escolha do diretório estadual do Partido Trabalhista Cristão (PTC) ocorreu na manhã de ontem (25) em Teresina e confirmou as previsões quanto ao nome do deputado estadual Evaldo Gomes para a liderança da sigla no Piauí.

A convenção também foi palco da formalização das novas filiações demandadas nos municípios piauienses, visando o pleito eleitoral de 2016, dentre as quais se destacam lideranças da capital e do interior. Quanto à disputa do próximo ano, a meta é eleger ao menos 3 vereadores em Teresina e até 60 em âmbito estadual.

Na ocasião, Gomes explicitou sua disposição em se lançar candidato ao Executivo teresinense, destacando o crescimento que o partido tem apresentado na cidade. A pré-candidatura do parlamentar já era dada como certa, agora, as atenções se voltam para as alianças que serão formadas na chapa.

Durante o encontro representantes de distintas siglas prestigiaram a recondução do deputado estadual à presidência estadual do PTC, como por exemplo, o presidente da Assembleia, Themístocles Filho (PMDB); o secretário de Governo, Merlong Solano (PT); o líder governista, João de Deus (PT); o deputado Júlio Arcoverde (PP), dentre outros.

Sobre o seu anseio em ser candidato à Prefeitura da capital, Gomes foi suscito. "Não tenho medo de desafios; temos preparo e habilidade suficiente para construir alianças", disse.

O líder da sigla classificou o momento como histórico para a sigla. Sobre essa questão, Themístocles Filho apontou que todos podem ter a pretensão de concorrer ao posto, rechaçando qualquer diferenciação.

"Toda pessoa tem direito de sonhar e procurar um objetivo maior. Eleição a gente só ganha mesmo depois de contar os votos", limitou.

Impondo para um posicionamento do Partido dos Trabalhadores, Merlong Solano deixou aberto um canal de diálogo com a sigla. "O governador Wellington Dias está aberto para conversar com o PTC porque reconhece a importância do partido para o quadro político do Piauí", relatou.

Fonte: Francy Teixeira