Marina e PV anunciam hoje a posição no 2º turno

Os verdes defenderam a unidade do partido e anunciaram que vão caminhar junto com a decisão da senadora Marina Silva

O Partido Verde (PV) decide em plenária neste domingo (17), a partir das 11h, em São Paulo, seu posicionamento no segundo turno das eleições presidenciais. Na semana passada, em Brasília, 54 dos 57 membros da Executiva Nacional do PV aprovaram o processo de definição do posicionamento.

Os verdes defenderam a unidade do partido e anunciaram que vão caminhar junto com a decisão da senadora Marina Silva (PV-AC), que disputou a presidência da República no primeiro turno e obteve quase 20 milhões de votos, ou 19,33% dos votos válidos.

A ex-seringueira tem dito que nenhum candidato é dono dos votos, que o voto pertence ao eleitor e que este deve votar sem obedecer a tutelas. Marina não se considera tutora dos milhões de votos que obteve e tem dado sinais de ser favorável a uma posição de "independênncia" do partido em relação aos candidatos que disputam o segundo turno da eleição presidencial.

A plenária contará com participação de movimentos e personalidades que não pertencem aos quadros do PV, mas que marcaram presença na campanha: o Movimento Marina Silva, que tem mais de 40 mil pessoas inscritas no seu site, lideranças sindicais, lideranças religiosas de diversos credos, além de artistas e intelectuais.

Muito assesdiada pelos candidatos José Serra (PSDB) e Dilma Roussef (PT), depois de conhecido o resultado do primeiro turno, Marina Silva apresentou o documento "Agenda por um Brasil justo e sustentável", relacionando as propostas que serviriam de base para a discussão do eventual apoio do PV.

Tanto o PSDB quanto o PT deram respostas ao PV em relação à "Agenda por um Brasil justo e sustentável". O posicionamento de tucanos e petistas será avaliado na plenária de hoje pelos integrantes do PV.

A tendência é que PV prefira que os candidatos Serra e Dilma dialoguem diretamente com os eleitores de Marina Silva e tentem convencê-los da decisão de incorporar as novas diretrizes verdes às suas respectivas campanhas.

O PV anunciou que o acesso ao local da plenária - Espaço Crisantempo, na Vila Madalena - será restrito aos participantes que tiverem direito a voz e voto, que são: o conselho Político Nacional do PV; os candidatos a governador e senador do PV nas eleições de 2010; os deputados federais eleitos do PV em 2010; o candidato a vice-presidente pelo PV, Guilherme Leal; cinco representantes do grupo de Programa de Governo; cinco representantes do Movimento Marina Silva e cinco representantes de entidades religiosas.

Fonte: Terra, www.terra.com.br