PV denuncia barganha na PMT e Elmano diz que não irá ceder a pressões do partido

Elmano Férrer lamentou a perda do apoio político do PV e disse que a atitude está demonstrando que coloca cargos administrativos acima da cidade

Os ânimos dos membros do Partido Verde e o PTB estão acirrados. Depois de ter anunciado o rompimento com o prefeito Elmano Férrer (PTB) o PV teceu duras críticas à composição do secretariado municipal afirmando que o prefeito ?usou barganhas políticas? para a escolha dos nomes. Em resposta, o petebista fez questão de ressaltar que ?não irá se submeter a pressões do PV? e que, os nomes escolhidos para compor sua administração levaram em conta critérios técnicos e competência.

Elmano Férrer lamentou a perda do apoio político do PV e disse que a atitude do partido está demonstrando que coloca cargos administrativos acima dos interesses da cidade. ?Procurei a colaboração de todos os partidos para trabalharmos juntos pelo povo. Ninguém pode colocar os cargos da administração acima do interesse público?, reagiu, declarando que tem respeito e admiração pelo trabalho do partido. ?Na nossa administração não queremos colocar a divisão de cargos acima de tudo?, pontuou.

O petebista afirmou que questões políticas-partidárias devem ser superadas. ?Não perderei tempo com injunções de natureza político-partidária?, completou. A vereadora Teresa Brito, que é presidente regional da sigla, afirmou ontem que os cargos de primeiro escalão da administração municipal está sendo dada a quem está se aliando politicamente com o PTB a nível estadual. ?A política do meio ambiente foi trocada por apoio político. Não estamos atrás de barganha política. Foi vergonhosa essa decisão?, atacou.

Embora rompidos, a vereadora Teresa Brito (PV), destacou que, na Câmara, fará uma oposição responsável e independente. ?Vamos votar nos projetos que forem de interesse da cidade?, frisou, acrescentando que, na escolha do novo secretário de Meio Ambiente, ?foi jogado na lata do lixo a política do meio ambiente? que estava sendo construída na cidade. ?Admiro o vereador Valdemir, mas em relação ao meio ambiente, ele não entende do assunto?, disse, saindo em defesa de que o nome de um técnico deveria ter sido escolhido para dirigir a Semam. ?A criação da Secretaria do Meio Ambiente atendeu a uma reivindicação do PV?, concluiu. (M.M)

Fonte: Mayara Martins