Rodoanel de THE: 4 empresas disputam licitação de R$ 80 mi

Para participar da licitação a empresa construtora tem que ter um capital social mínimo de quase R$ 9 milhões

A licitação das obras do Rodoanel de Teresina, que terá cerca de 28 km e vai custar aproximadamente R$ 80 milhões, foi aberta anteontem (09) e 30 empresas manifestaram interesse e apresentaram os documentos de habilitação ao certame, mas somente as construtoras Sucesso S.A., Hidros e os consórcios EMSA (EMSAEmpresa Sul Americana de Montagens S.A e Loctec Engenharia LTDA) e JM/Cidade (JM Terraplanagem e Construções LTDA e Construtora Cidade LTDA) foram habilitados pela Comissão de Licitação da Secretaria Estadual de Transportes (Setrans).


Para participar da licitação a empresa construtora tem que ter um capital social mínimo de quase R$ 9 milhões, sendo as construtoras no ato da abertura da licitação, ou seja, na fase de habilitação, tiveram que depositar uma “garantia de participação na licitação” no valor de R$ 805.596,00 (oitocentos e cinco mil quinhentos e noventa e seis reais), que corresponde a 1% (um por cento) do valor orçado pela Secretaria Estadual dos Transportes (Setrans). A vencedora da licitação terá ainda, que prestar caução de garantia integral do contrato no valor de 5% da obra com prazo de validade de 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias da assinatura do contrato. Na próxima semana a Comissão de Licitação da Setrans, depois de analisar os recursos das empresas desabilitadas, deverá levar os nomes de todas as habilitadas para que o secretário Avelino Neiva homologue o resultado da fase de habilitação e determine a abertura das propostas de preços através das quais será selecionada a construtora vencedora do procedimento licitatório.

Fonte: João Carvalho