Região Nordeste será o foco prioritário do segundo turno de Dilma e Aécio

Região Nordeste será o foco prioritário do segundo turno de Dilma e Aécio

A petista desembarca nesta quarta (8) em Teresina (PI), para um encontro com prefeitos e lideranças políticas e repete o modelo da reunião, à noite, em João Pessoa (PB).

Região que costuma alavancar a votação do PT nas eleições presidenciais, o Nordeste será tratado pelas campanhas da presidente Dilma Rousseff e do tucano Aécio Neves como cenário prioritários neste segundo turno.

Dilma, que obteve 50% dos votos da região no primeiro turno, prepara uma ofensiva nesta semana para tentar ampliar a vantagem.

A petista desembarca nesta quarta (8) em Teresina (PI), para um encontro com prefeitos e lideranças políticas e repete o modelo da reunião, à noite, em João Pessoa (PB).

O PT tenta acertar na Paraíba o apoio do atual governador e candidato à reeleição, Ricardo Coutinho (PSB), que disputa o comando do Estado com o senador Cássio Cunha Lima (PSDB).

No primeiro turno, Coutinho apoiou Marina Silva, que deve declarar apoio ao presidenciável tucano.

Coordenadores da campanha de Dilma afirmam que obtiveram sinalizações de que o candidato do PSB na Paraíba pode abrir espaço em seu palanque para a petista.

O objetivo dos petistas é conseguir de 70% a 75% dos votos válidos do Nordeste. O salto é fundamental, avaliam coordenadores da campanha, diante das dificuldades em São Paulo, maior colégio eleitoral do país.

A operação Nordeste prevê ainda visitas à Bahia, Sergipe e Alagoas, na quinta (9). O comitê de Dilma aguarda posicionamento de Renata Campos, viúva de Campos, para organizar agenda detalhada na região.

Aécio também espera o resultado das articulações em torno do apoio da família de Campos para iniciar sua incursão em Pernambuco.

Aécio e Campos eram amigos e tinham uma relação pessoal, além de política. Apesar de adversários nessas eleições presidenciais, mantiveram sempre uma relação cordial e tinham um acordo no Estado. O PSDB apoiou o candidato de Campos ao governo.

O irmão do ex-governador já declarou apoio a Aécio. Espera-se, agora, um pronunciamento da viúva Renata Campos.

O tucano se reuniu na segunda (6) com alguns dos principais aliados para definir cronograma de viagens. Em conversa com o senador Agripino Maia (DEM-RN) e o prefeito de Salvador, Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA) definiu visitas a Recife, Fortaleza e à Bahia.

Aécio também quer fortalecer a incursão no Nordeste com a propaganda eleitoral. Advogados do tucano tentam autorização da Justiça Eleitoral para regionalizar os programas do horário eleitoral para apresentar propostas específicas aos nordestinos.

O principal mote a ser explorado é o programa Nordeste Forte, que promete ampliar e criar novos benefícios para famílias em situação de vulnerabilidade social.

SUL

Aécio também espera ampliar seu palanque no Rio Grande do Sul. No Estado, ele contou com o apoio da senadora Ana Amélia (PP), que acabou em terceiro lugar. Agora, ela declarou apoio a José Ivo Sartori (PMDB), que concorre no segundo turno contra o governador petista Tarso Genro.

O tucano quer casar sua campanha à do peemedebista no Estado. Nesta terça (7), ele pediu ao senador eleito de São Paulo, José Serra, que faça contato com Sartori para iniciar a aproximação.




Clique e curta o Portal Meio Norte no facebook

 

Fonte: FOLHA