Regional da CNBB divulga nota desautorizando panfleto sobre aborto

Regional da CNBB divulga nota desautorizando panfleto sobre aborto

CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil)

Depois da distribuição de um panfleto em nome da Regional Sul 1 da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) pregando voto só em quem é contra o aborto e criticando o PT, a regional distribuiu uma declaração afirmando que não indica nem veta candidatos.

O documento, datado de sábado (16), foi divulgado nos sites da CNBB e da Regional Sul 1 e afirma que os bispos católicos "não indicam nem vetam candidatos ou partidos e respeitam a decisão livre e autônoma de cada eleitor".

A nota também diz que a "Regional Sul 1 da CNBB desaprova a instrumentalização de suas declarações e notas e enfatiza que não patrocina a impressão e a difusão de folhetos a favor ou contra candidatos".

No sábado, uma gráfica em São Paulo estava produzindo mais cópias do panfleto. A polícia foi chamada pelo PT. As peças encontradas contêm o logo da CNBB, assinaturas eletrônicas de membros importantes da entidade e ataques ao PT, ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a sua candidata.

Nelas, o partido é acusado de "comprometer-se a legalizar o aborto", "reconhecer o aborto como direito humano da mulher", e "descriminalizar o aborto até o nono do mês de gravidez".

A polícia chegou ao local levada pelo deputado estadual Adriano Diogo (PT). O PT registrou um boletim de ocorrência. Para a advogada do partido, Ana Fernanda Ayres, o material configura crime eleitoral e propaganda irregular. A sigla também estuda ir à Justiça Eleitoral com pedido de busca e apreensão dos panfletos.

Os panfletos são iguais aos distribuídos no feriado da Padroeira do Brasil, dia 12, em Aparecida (SP), pregando voto em candidatos que são contra o aborto nas eleições 2010.

A nota distribuída nesse sábado pela Regional Sul 1 da CNBB "recomenda, enfim, a análise serena e objetiva das propostas de partidos e candidatos, para que as eleições consolidem o processo democrático, o pleno respeito aos direitos humanos, a justiça social, a solidariedade e a paz entre todos os brasileiros".

Íntegra

Leia a seguir a íntegra desautorizando o uso dos panfletos:

"Os bispos católicos do Regional Sul 1 da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), do Estado de São Paulo, em sintonia com a DECLARAÇÃO SOBRE O MOMENTO POLITICO NACIONAL, da 48ª Assembleia Geral da Conferência (Brasília, maio de 2010), esclarecem que não indicam nem vetam candidatos ou partidos e respeitam a decisão livre e autônoma de cada eleitor.

O Regional Sul 1 da CNBB desaprova a instrumentalização de suas Declarações e Notas e enfatiza que não patrocina a impressão e a difusão de folhetos a favor ou contra candidatos.

Reafirma, outrossim, as orientações quanto a critérios e princípios gerais a serem levados em conta no discernimento sobre o momento político, já oferecidos pela 73ª Assembleia Geral do Regional Sul 1 (Aparecida, junho de 2010), expressos na Nota VOTAR BEM.

Recomenda, enfim, a análise serena e objetiva das propostas de partidos e candidatos, para que as eleições consolidem o processo democrático, o pleno respeito aos direitos humanos, a justiça social, a solidariedade e a paz entre todos os brasileiros.

Indaiatuba (Itaici), SP, 16 de outubro de 2010.

Dom Nelson Westrupp

Fonte: UOL