Sou pré-candidata à deputada federal, diz Rejane

Sou pré-candidata à deputada federal, diz Rejane

O cenário político é de incertezas, considera a deputada.

Com a exoneração dos demais cargos do Partido dos Trabalhadores (PT) ocorrida nesta quarta-feira, 22, o PT assume definitivamente a oposição ao governo de Wilson Martins (PSB). Os cargos foram mantidos desde a saída dos secretários do PT ocorrida recentemente.

A entrevistada do apresentador Silas Freire e do analista político, Leal Júnior, nesta quarta-feira, 22, foi a deputada estadual Rejane Dias(PT). Sobre as demissões, ela assegura que o PT sempre deixou o governador bem à vontade para essa tomada de decisão.

?Em 2013, quando Eduardo Campos, governador de Pernambuco, anunciou a sua pré-candidatura à presidência da república, o PT fez uma avaliação e emitimos uma nota pública dizendo que o governador, que é detentor dos cargos, ficasse bem à vontade nessa tomada de decisão e que, independente de cargos, o que for importante para o nosso estado, o que for projeto para a população do Piauí o Partido dos Trabalhadores não deixaria de ajudar o governo do estado.?

O momento, segundo a Rejane Dias, é de muita conversa com os partidos. Nós temos até às convenções para exaurir todas nossas conversas. O que está muito bem encaminhada é essa aproximação com o PTB, com o PP e com outros partidos, até porque os prazos se completam nas convenções.

O cenário político é de incertezas, considera a deputada. ?É evidente que alguns partidos estão mais próximos, tanto da situação quanto da oposição?, completa.

A representante do Legislativo Estadual confirmou durante a entrevista que o seu objetivo para as próximas eleições está na candidatura a deputada federal. "Saiu recentemente uma história de que eu não seria candidata a deputada federal. Isso não é verdade, pois sou uma pré-candidata a deputada federal."

Fonte: Denison Duarte