Rejane e Fábio Abreu destinam R$ 2 milhões para UTI do hospital da polícia militar

Neste processo, foi confirmada na tarde de ontem a dotação de R$ 2 milhões, sendo R$ 1 milhão de cada representante

Mesmo com o virtual afastamento dos deputados federais Rejane Dias (PT) e Fábio Abreu (PTB) da Câmara em Brasília, ambos tiveram direito a destinação de recursos através das emendas parlamentares, asseguradas após a posse no último dia 1 de fevereiro.

Neste processo, foi confirmada na tarde de ontem a dotação de R$ 2 milhões, sendo R$ 1 milhão de cada representante, para a conclusão da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital da Polícia Militar, em Teresina.

Os recursos ajudarão também na aquisição dos equipamentos necessários para o funcionamento do Centro Odontológico para Pessoas com Deficiência Intelectual e Autistas, que está sendo implementado no local.

Futura secretária estadual de educação, Rejane deve se licenciar do cargo até o próximo mês, na ocasião, ela comemorou a destinação dos recursos e reiterou que o oferecimento do serviço odontológico no HPM é um objetivo antigo, que vem sendo esperado dia após dia pelas pessoas que têm parentes ou amigos com autismo ou outra deficiência intelectual.

“Já tínhamos iniciado a implantação, mas a obra parou no governo passado. Vamos retomar com força total”, afirmou. De acordo com o secretário estadual para inclusão da pessoa com deficiência, Mauro Eduardo, a obra está em fase de finalização e explicou a necessidade da UTI.

“Porque a pessoa com autismo precisa muitas vezes ser sedada para iniciar o tratamento. Para isto, precisa do apoio de uma UTI, que vai atender também ao SUS”, impôs. Responsável também por parte da dotação, Abreu já estipulou um prazo para assumir a Secretaria de Segurança, o afastamento do cargo de deputado federal ocorrerá até o próximo dia 5 de março.

Fonte: Ananias Ribeiro e Francy Teixeira