Representante da ONU elogia postura de Dilma sobre refugiados

"Estamos de braços abertos para receber refugiados', disse.

A presidente Dilma Rousseff, durante  discurso na sessão de abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), afirmou que o país não vive problemas estruturais graves. Ela também defendeu o acolhimento aos refugiados: "Estamos de braços abertos para receber refugiados'.

Image title

"Recebemos sírios, haitianos, homens e mulheres de todo o mundo, assim como abrigamos, há mais de um século, milhões de europeus, árabes e asiáticos. Estamos abertos, de braços abertos para receber refugiados", afirmou a presidente.

"Em um mundo onde circulam, livremente, mercadorias, capitais, informações e ideias, é absurdo impedir o livre trânsito de pessoas", declarou Dilma.

O representante do Acnur (agência da ONU para refugiados) no Brasil, Andrés Ramirez, elogiou o posicionamento da presidente. "Ela dá um recado a países europeus e, ao mesmo tempo, lidera pelo exemplo ao dizer que o Brasil vai manter suas portas abertas", disse.

Dilma também falou sobre a crise e garantiu o retorno do crescimento e equilíbrio do Brasil

"A desvalorização cambial e as pressões recessivas produziram inflação e forte queda da arrecadação, levando a restrições nas contas públicas. O Brasil, no entanto, não tem problemas estruturais graves, nossos problemas são conjunturais e, diante desta situação, estamos reequilibrando o Orçamento e assumimos uma forte redução de nossas despesas, gastos de custeio e parte do investimento”, disse.






Fonte: BBC