Rio: Cassada por abuso de poder, Rosinha "só deixa cargo presa"

No ano passado, ela já passou sete meses fora do cargo pela mesma acusação, mas conseguiu reaver o mandato.

A prefeita de Campos dos Goytacazes (RJ), Rosinha Matheus (PR), que teve seu mandato cassado anteontem pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral), passou a noite acampada na prefeitura e diz que só deixará o cargo presa. Ex-governadora do Rio, ela foi condenada por suposto abuso de poder econômico e uso indevido de meios de comunicação na campanha na qual se elegeu, em 2008.


Rio: Cassada por abuso de poder, Rosinha

No ano passado, ela já passou sete meses fora do cargo pela mesma acusação, mas conseguiu reaver o mandato.

Agora, Rosinha diz que não aceitará que outro ocupe a prefeitura "no tapetão". Ela espera decisão liminar do TRE para que possa se manter no cargo enquanto aguarda o julgamento de recursos. A decisão poderia sair ainda na noite de ontem.

No entanto, o presidente da Câmara Municipal, Nelson Nahim (PR), marcou sua posse para amanhã, às 15h --o vice-prefeito Francisco Arthur Oliveira (PP) também foi cassado pelo TRE.

Marido de Rosinha, o deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) disse que o número de pessoas que está indo à prefeitura para prestar solidariedade ela "aumenta minuto a minuto".

Segundo ele, o TRE deve conceder a liminar logo, porque a "radicalização que envolve o caso pode levar a situações imprevisíveis".

Na madrugada de ontem, apoiadores de Rosinha fecharam a BR-101, na altura de Campos, para protestar contra a decisão da Justiça.

Fonte: Folha.com