José Arruda é transferido para sala menor sem banheiro

José Arruda é transferido para sala menor sem banheiro

Advogado diz que situação de governador afastado do DF é vexatória

O governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM) foi transferido na tarde desta sexta-feira (19) para uma sala menor dentro das dependências da Superintendência da Polícia Federal, em Brasília, onde está preso desde o dia 11 de fevereiro. A informação foi divulgada por Thiago Bouza, um dos advogados de Arruda, e confirmada pela Polícia Federal.

Arruda estava antes em uma sala de 40 metros quadrados com cama, mesa com cadeiras e um banheiro privativo. Agora, o governador está em uma sala menor, que, de acordo com Bouza, teria 16 metros quadrados. Segundo o advogado, há apenas um beliche e o governador vai precisar ser acompanhado por agentes sempre que quiser ir ao banheiro. A sala não tem janela, nem ar condicionado e apenas um basculante faz a ventilação do espaço. "É uma situação vexatória para um governador de estado", reclamou o advogado.

A PF, no entanto, diz que a nova sala de Arruda tem 10 metros, mas conta com ar condicionado, uma mesa e um sofá. Em nota, a Polícia Federal confirma a mudança de sala, mas não dá detalhes sobre o novo local de prisão de Arruda. A PF apenas diz que o local tem "padrão compatível com as prerrogativas legais de prisão especial". A antiga sala de Arruda pertencia à Diretoria Técnica Científica da PF.

A justificativa do órgão é que a transferência visa retomar a rotina de trabalho da área. "A transferência tem como objetivo a retomada da rotina de trabalho da Diretoria Técnico Científica, bem como a racionalização da segurança disposta para a custódia", diz a nota da PF. A nova sala fica também no complexo da Superintendência, mas no prédio do Comando de Operações Táticas.

Fonte: g1, www.g1.com.br