Rodrigo Maia critica Serra: "Campanha foi desastrosa"

Rodrigo Maia critica Serra: "Campanha foi desastrosa"

Serra está nos EUA; presidente do PSDB diz não concordar com críticas.

O presidente do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ), fez duras críticas nesta quarta-feira (8) ao candidato derrotado à Presidência da República José Serra (PSDB). Para Maia, a campanha de Serra, principalmente no primeiro turno, foi ?desastrosa? e ?não agregou nada à oposição?.

José Serra está nos Estados Unidos para realizar uma palestra, segundo informações postadas por ele em seu twitter. O G1 não conseguiu contato com o ex-candidato.

O presidente do PSDB, Sérgio Guerra, saiu em defesa do candidato da oposição. Para ele, a campanha foi bem conduzida e levou à oposição a conquistar vários governos estaduais.

?José Serra foi um grande candidato, fez um grande esforço pela vitória da oposição, o que colaborou para o desempenho que tivemos nos estados. Este é o nosso ponto de vista?, afirmou. "Não concordo com as críticas."

Nesta tarde, o DEM decidiu pelo encurtamento do mandato de Maia. Ele deveria ficar no cargo de presidente até dezembro de 2011, mas uma convenção foi convocada para março do ano que vem para renovar o comando do partido. Ao anunciar o encurtamento do mandato, Maia afirmou que, diante do resultado nas urnas, o partido está discutindo o seu futuro. Ele afirmou que a eleição foi "difícil" e culpou Serra pelos problemas.

?Apoiamos a candidatura do ex-governador José Serra, que foi, principalmente no primeiro turno, desastrosa e não agregou nada à oposição. Foi um pouco diferente no segundo turno, mas foi muito ruim?, afirmou o deputado.

Maia criticou a forma como o candidato derrotado à Presidência conduziu sua campanha. ?Infelizmente nosso candidato usou uma forma solitária e individualista de fazer campanha, ouvindo só o seu marqueteiro.?

Ele afirmou que o resultado final foi decepcionante e comparou o desempenho de Serra com o de Geraldo Alckmin (PSDB) em 2006.

?Tínhamos uma expectativa de ter com Serra um resultado melhor do que tivemos com o agora governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin, até porque se dizia que ele era um candidato melhor. Mas o resultado com o Alckmin foi acima do esperado e o de agora foi abaixo.?

O presidente do DEM fez um ?mea culpa? afirmando que o partido errou ao antecipar um ano antes das eleições seu apoio a um candidato do PSDB. Apesar de atacar o candidato, Maia pontuou ter boa relação com o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE).

?O PSDB foi correto conosco. O presidente Sérgio Guerra foi irrepreensível no que combinou conosco. Tudo que estava ao alcance do Guerra, ele fez. Não posso dizer o mesmo do candidato Serra.?

Fonte: g1, www.g1.com.br