Roseana irá pedir auditoria em contas de Jackson Lago

Será realizada uma cerimônia para o anúncio de um plano de emergência para o estado

O novo secretário de Comunicação do Maranhão, Sérgio Macedo, disse ao G1 que uma das primeiras medidas da governadora Roseana Sarney (PMDB), empossada nesta sexta-feira (17), será a de realizar uma auditoria nas contas do ex-governador Jackson Lago (PDT).

?É prudente que ela faça isso [porque] está recebendo o governo de meio tempo. E, depois que ele foi cassado, liberou todo o superávit do ano de 2008 em forma de convênios com prefeitos aliados e chegou perto de R$ 1 bilhão com convênios para atender obras que não têm sequer estudo prévio?, afirmou.

Na segunda-feira (20), será realizada uma cerimônia para o anúncio de um plano de emergência para o estado, principalmente nas áreas de saúde, educação e segurança pública, e para a posse de ao menos outros seis secretários.

O G1 procurou a assessoria de imprensa do ex-governador e aguarda resposta. Nesta sexta, mais cedo, Lago disse que as contas do governo estão em dia. "Ela (Roseana) vai encontrar dinheiro em caixa, cerca de R$ 380 milhões, vai pagar a folha de pagamento do mês, não vai ter nenhum problema", disse.

Lago afirmou ainda que não deve contribuir na transição. "Sempre fomos muito distantes, a formação política é bem diferente." Para ele, a ex-senadora não deve nem mesmo consultar o atual secretariado. "Ela vai colocar o secretariado dela e pronto."

Novos secretários

Segundo o secretário, na segunda, serão empossados os novos titulares da Educação (César Pires), Infra-estrutura (Marcos Barros), Saúde (Ricardo Murad), Indústria e Comércio (Maurício Macedo), Cidades (Filuca Mendes) e da Casa Civil (João Abreu).

Posse na casa da governadora

Macedo disse que foi empossado na casa de Roseana Sarney juntamente com o novo titular da Segurança Pública, o deputado estadual Raimundo Cutrim.

O ex-governador se recusava a deixar o Palácio dos Leões, sede do governo estadual e residência oficial, até a tarde desta sexta.

Antes de o Supremo Tribunal Federal (STF) negar um pedido de liminar para que ele permanecesse no cargo, Lago afirmou que deixaria o Palácio dos Leões se o STF determinasse. Ele está reunido com advogados para decidir se deixa o local. Segundo a assessoria da governadora, Roseana espera resolver o assunto com tranqüilidade até o fim de semana.

De acordo com o secretário, uma equipe de segurança está fazendo uma varredura no Palácio Henrique de La Rocque, sede administrativa do governo, para que Roseana possa trabalhar no local a partir deste sábado (18).

O Palácio Henrique de La Rocque também deve ser o palco da cerimônia que será realizada na segunda, ainda que Lago deixe o Palácio dos Leões, porque a sede administrativa tem um auditório maior, segundo Macedo.

Fonte: g1, www.g1.com.br