Roseana Sarney é transferida de UTI para quarto de internação

O boletim reafirma que o estado de saúde de Roseana

Boletim médico divulgado pelo Hospital Albert Einstein nesta sexta-feira (5) informa que a governadora licenciada do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB) já foi transferida da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para um quarto de internação. De acordo com o hospital, ela permanecerá sob observação e cuidados médicos.

O boletim reafirma que o estado de saúde de Roseana "é considerado ótimo".

Na quarta, Roseana foi submetida a uma cirurgia de clipagem (fechamento) de um aneurisma cerebral. O procedimento foi realizado com ?sucesso?, segundo boletim divulgado após a cirurgia, que durou quatro horas.

Segundo informações do hospital, ela está consciente e deve ser transferida ainda nesta quinta da UTI para um quarto de internação. Não há previsão de alta.

Cirurgia

O secretário de Comunicação do governo, Sérgio Macedo, afirmou, na quarta, que os médicos informaram que o aneurisma estava próximo do nervo óptico e que havia o risco de causar alguma lesão, mas ?felizmente os médicos conseguiram contornar este problema?

Antes do procedimento, afirmou, a governadora demonstrou "uma preocupação natural de quem vai passar por uma cirurgia na cabeça, mesmo ela que já havia passado por 20 cirurgias?.

Macedo disse que a licença de Roseana é de até 30 dias e que, segundo os médicos, mesmo após a alta do hospital, ela terá de permanecer em São Paulo porque não poderá viajar de avião por um período. O presidente do Senado, José Sarney, deve ficar no hospital, acompanhado da família.

Bolétim médico

Leia abaixo a íntegra do boletim médico divulgado pelo hospital:

"São Paulo, 05 de junho de 2009.

12h

BOLETIM MÉDICO N. 3

O Hospital Israelita Albert Einstein informa que a paciente Roseana Sarney já foi transferida da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para um quarto de internação, onde permanecerá sob observação e cuidados médicos.

Roseana encontra-se consciente e seu quadro de saúde é considerado ótimo.

Ainda não há previsão de alta.

Luis Fernando Aranha Camargo

Superintendente"

Cirurgia delicada

A cirurgia para retirada de aneurisma cerebral, como a que Roseana se submeteu nesta quarta, é considerada delicada pelos médicos. Mas a recuperação dos pacientes, nos casos em que o problema é detectado previamente, caso da governadora, costuma ser rápida.

O aneurisma cerebral é uma dilatação da parede de uma das artérias ou veias que irrigam o cérebro, formando uma espécie de bolha. Assintomática, a bolha vai crescendo progressivamente e pode estourar, provocando desde fortes dores (nos casos menos graves), podendo levar à morte.

O aneurisma de Roseana Sarney foi detectado durante um check-up no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, em novembro do ano passado. Após a campanha eleitoral, a governadora queixava-se de dores na cabeça.

De acordo com o neurocirurgião André Bianco, do Hospital Nove de Julho, nos casos em que o problema é detectado previamente, como o de Roseana, a recuperação dos pacientes costuma ser rápida, em até cinco dias.

Já quando há rompimento do aneurisma, a recuperação pode durar meses, dependendo da extensão da lesão no cérebro provocada pelo sangramento. Nos casos mais graves, pode deixar sequelas mesmo após a cirurgia.

Ainda segundo o médico, a predisposição genética é responsável pela minoria dos casos.

?Existe um componente genético, não identificado, que pode vir a desenvolver o aneurisma cerebral, mas é raro?, diz. Fatores relacionados ao estilo de vida, como hipertensão arterial, colesterol alto, uso de cigarro e álcool também são fatores de risco.

O aneurisma de Roseana tem seis milímetros e se localiza na região cognitiva do cérebro. Ao chegar ao hospital Albert Einstein, onde foi internada na terça (2), a governadora disse que os últimos exames apontaram que não poderia mais esperar para realizar a cirurgia.

Fonte: g1, www.g1.com.br