Ruralistas entram no Conselho de Ética contra ambientalistas

Segundo o presidente da Comissão de Agricultura, deputado Abelardo Lupion (DEM-PR), os ruralistas vão denunciar os parlamentares por difamação.

A bancada ruralista irá entrar com representação no Conselho de Ética contra parlamentares ambientalistas. Os advogados da bancada preparam documentos de representação contra os deputados que deram declarações a respeito da campanha Os Exterminadores do Futuro, da ONG SOS Mata Atlântica. Entre os parlamentares, está o deputado Sarney Filho (PV-MA), presidente da Frente Parlamentar Ambientalista.

Segundo o presidente da Comissão de Agricultura, deputado Abelardo Lupion (DEM-PR), os ruralistas vão denunciar os parlamentares por difamação. A campanha Exterminadores do Futuro, lançada na última quarta-feira (10) durante café da manhã da frente ambientalista na Câmara, divulgará uma lista com os nomes dos deputados, senadores e governantes que ?não respeitam a legislação ambiental e o patrimônio natural do país?.

?Não vamos admitir esse tipo de terrorismo e jogo antidemocrático. Qualquer coisa feita para satanizar os deputados, vamos jogar pesado. Para isso, temos o Conselho de Ética da Câmara. O que foi feito não é ético. Não se pode fazer campanha difamatória contra nenhum deputado?, disse Lupion.

Em resposta à campanha da SOS Mata Atlântica, alguns parlamentares da bancada ruralista já haviam criado na semana passada o Prêmio Silvério dos Reis. Joaquim Silvério dos Reis foi quem delatou Tiradentes em troca de 30 moedas de ouro. O troféu premiará os deputados e senadores que votam ?contra propostas que afetam os interesses nacionais?. Os ruralistas afirmam que os ambientalistas defendem interesses internacionais por meio de "ONGs financiadas com dinheiro do exterior".

?Eu não entrei nessa discussão. Não tenho direito de satanizar ninguém. Tenho que aceitar as diferentes opiniões, pois o Congresso é a casa do dissenso. Não vou satanizar, mas também não aceito ser satanizado?, considerou Lupion.

A lista dos nomes dos ?exterminadores do futuro? só será divulgada em maio em evento da SOS Mata Atlântica. Ainda assim, mesmo sem se falar em nomes, deputados da bancada ruralista reagiram à campanha, por causa de declarações de ambientalistas e parlamentares ligados à área, que acusam os ruralistas de "serem inimigos do meio ambiente".

?A partir do momento em que você já encontra a intenção, estou me sentindo atacado. Não podemos chegar nesse ponto. Não sou inimigo do meio ambiente e nenhum deputado em sã consciência vai dizer que é inimigo do produtor rural. Essa discussão não contribui em nada para representar um projeto para a nação?, disse Lupion.

Fonte: Congresso em Foco