Se sair dividido, PMDB terá peso menor, afirma Themístocles

Themístocles garante que o partido ainda não tomou sua decisão oficial, apesar que algumas lideranças manifestarem suas preferências

Para permanecer com a representatividade que o PMDB possui e sair fortalecido para as eleições deste ano, é imprescindível que o Partido saia unido, qualquer que venha a ser a composição que os peemedebistas farão. A análise é do presidente da Assembléia, deputado estadual Themístocles Filho (PMDB). De acordo com ele, o partido ?faz questão? e está se esforçando para manter a unidade em nome do candidato que encabeçará a chapa governista, seja ele da base do governo ou da oposição. ?Se o PMDB tiver juízo, não sairá dividido?, afirma.

Themístocles garante que o partido ainda não tomou sua decisão oficial, apesar que algumas lideranças manifestarem suas preferências. O parlamentar lembrou que a decisão a ser tomada, levará em conta o pensamento da maioria dos partidários. ?É para isso que estamos fazendo uma pesquisa, ouvindo todas as lideranças, prefeitos, vereadores?, explicou, acrescentando que o resultado das pesquisas deverá ser divulgado no início de maio. ?Com base nesse resultado, escolheremos quem iremos apoiar. A decisão deverá ser seguida por todos?, frisou, acrescentando que o partido mantém conversas com todos os três pré-candidatos.

Mesmo admitindo que disputas municipais podem acabar influenciando as decisões das lideranças, o presidente da Assembléia destacou que o momento é de ponderação. ?É preciso separar eleição estadual de eleição municipal?, pontua. Ainda assim, o peemedebista descarta todas as possibilidades do PMDB aceitar indicação ao cargo de senador. ?Queremos a indicação de vice. E isso já foi comunicado a todos os candidatos que desejam compor conosco. E temos um grande nome para indicar: o deputado Marcelo Castro?, adiantou. (M.M)

Fonte: Mayara Martins