Sebim falta a sessão e manda Graça Amorim "deixar de fuxico"

Graça Amorim afirmou ter estranhado duas vezes a justificativa da ausência do vereador Sebim.

A campanha municipal está acirrando os ânimos na Câmara Municipal de Teresina entre partidários do atual prefeito e candidato à reeleição, Elmano Férrer (PTB) e do candidato do PSDB, deputado estadual Firmino Filho. Na sessão de ontem, a vereadora Graça Amorim afirmou ter estranhado duas vezes a justificativa da ausência do vereador Luiz Humberto Araújo da Silveira (PSDB), o Sebim. Através de memorando, o vereador comunicou à presidência que estava no velório de Ernando Trajano Araújo, que foi assassinado no último dia 8.


Sebim manda Graça Amorim

Sebim manda Graça Amorim

?Ele faltou a sessão para ir a um velório que aconteceu domingo passado. Eu estive no velório deste rapaz, que era meu eleitor, foi no dia 9 de setembro, quando também foi enterrado. No dia do crime, a viúva dele participava de uma reunião política que eu organizei no bairro em que ocorreu o crime?, contou a vereadora Graça Amorim. Sebim detalhou no memorando que os irmãos foram alvejados por um individuo que era conhecido pelo apelido de 14.

?Não havia necessidade desta informação. Até num caso de morte, ele quer criar fato político. Eu acho que com isso ele já está prenunciando que o 14 vai alvejar o candidato a prefeito dele nesta eleições, o 45?, criticou a vereadora.

Os desentendimentos entre Sabim e Graça também teriam sido motivados por lideranças comunitárias que apoiavam a parlamentar petebista na zona rural e passaram a integrar a campanha do tucano.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte