Secretaria de Saúde do Piauí autoriza obra de hospitais regionais

O gestor esteve nas unidades de Corrente, Curimatá e Bom Jesus

Congregando a agenda de visitas ao Sul do Estado no último final de semana, o secretário de Saúde, Francisco Costa (PT), autorizou a realização de obras em hospitais da região, abarcando a descentralização do atendimento, de modo que haja uma expansão em todos os territórios piauienses.

O gestor esteve nas unidades de Corrente, Curimatá e Bom Jesus, nisso, os ajustes liberados conduzem desde pequenas intervenções a adequações de espaços para a implantação do Centro de Parto Normal; indicativo que corresponde também ao reforço da Rede Cegonha no Piauí.

O calendário adotado pela administração corrobora os esforços em prol do conhecimento das necessidades locais, abarcando a importância das melhorias para a atenção básica à população, possibilitando avanços primordiais no setor.

Nesse âmbito, no detalhamento das ações, no Hospital Regional João Pacheco Cavalcante, em Corrente, foi autorizada a elaboração de projeto para implantar o Centro de Parto Normal, tendo em vista que a unidade hospitalar realiza uma média de 50 partos por mês, atendendo a uma população estimada de mais de 100 mil habitantes, de dez municípios, incluindo também cidades da Bahia.

Já no caso de Curimatá, para Hospital Local Júlio Borges de Macedo, foi autorizada a elaboração de projeto para reforma da estrutura física, oferecendo maior segurança e comodidade aos pacientes.

Por fim, em Bom Jesus, Costa indicou para as obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Com estrutura física bastante avançada, o secretário autorizou a imediata urbanização e paisagismo do entorno do centro de saúde.

"Em pleno funcionamento, a UPA vai atender toda demanda de urgência da região, desafogando o hospital regional. Enquanto damos celeridade a obra, vamos trabalhando na aquisição de equipamentos, para podermos oferta mais este serviço à comunidade", detalhou.

Fonte: Francy Teixeira