Secretário de Governo revela saída do CAUC após confusão na AssembleiA

Em entrevista anterior a viagem, o chefe do Legislativo já havia anunciado que o Piauí não sairá prejudicado com a polêmica. "Nós não erramos, o Piauí não será prejudicado por um problema tão pequeno"

Durante reunião do Executivo com os órgãos de controle do Estado na manhã de ontem, o secretário de Governo, Merlong Solano (PT), revelou que o Piauí já regularizou sua situação no CAUC (Cadastro do Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias), após o presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho (PMDB), ter ido a Brasília conversar com o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB) sobre a questão, buscando uma solução para o problema.

A confusão começou com pendências do Legislativo na renovação do CNPJ e o atraso no salário de uma das servidoras da Casa. Em entrevista anterior a viagem, o chefe do Legislativo já havia anunciado que o Piauí não sairá prejudicado com a polêmica. "Nós não erramos, o Piauí não será prejudicado por um problema tão pequeno", disse.

Corroborando a cautela necessária para que casos do tipo sejam evitados, o governador Wellington Dias afirmou que são situações que aparecem e o Estado deve saber lidar com elas, explicitando a necessidade de um controle adequado de todas as ações, principalmente as financeiras.

No encontro com as equipes das Redes de Controle, na qual incluem-se à Advocacia Geral da União (AGU), Policia Federal, Ministério Público de Contas (MPCONTAS), Receita Federal, dentre outras, Dias também reiterou a importância de continuar os reajustes para que o Piauí não volte a extrapolar o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), principalmente depois do reajuste de 13,01% dos professores.

"O objetivo do meu governo é promover o equilíbrio financeiro do Estado, cumprindo as leis de responsabilidades fiscais. Eu brinco que o olho do cidadão é quem faz a fiscalização, pois o nosso interesse maior é sempre o povo", finalizou o governador.

Fonte: Francy Teixeira