Sede da OAB-PI está totalmente acessível

Muito feliz em ver o resultado das obras, o governador frisou a grande parceria que a OAB-PI sempre teve com o Governo do Estado

O governador do Estado, Wellington Dias, acompanhado da secretária para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), Rejane Dias, visitou, na manhã desta terça-feira (9), a sede da Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Piauí.

O motivo da visita foi conhecer de perto as novas instalações e adaptações ocorridas no prédio nos últimos meses, garantindo agora total acessibilidade às pessoas com deficiência. Rampas de acesso, plataforma, elevador e banheiros adaptados, além de vagas específicas para deficientes nos estacionamentos foram algumas das adaptações feitas pelo órgão.

Muito feliz em ver o resultado das obras, o governador frisou a grande parceria que a OAB-PI sempre teve com o Governo do Estado. ?A OAB sempre foi uma grande parceira e nessa área que envolve as pessoas com deficiência sempre teve uma participação efetiva. Quero agradecer a direção da Ordem dos Advogados que também inaugura, aqui, uma demonstração do seu compromisso com essa causa?, comentou.

Para a secretária Rejane Dias, esse é um momento ímpar na garantia dos direitos da pessoa com deficiência. Segundo ela, a OAB-PI tem um papel fundamental nessa garantia e prova o seu compromisso a cada ano. Criou um núcleo específico para tratar dos direitos da pessoa com deficiência e hoje entrega a comunidade uma sede totalmente acessível.

?Esse é mais um avanço de muitos. A preocupação é cumprir a lei. Existe um decreto federal que já garante acessibilidade em prédios públicos, mas o próprio governador também assinou um decreto estadual exigindo a acessibilidade em todos os prédios públicos. A acessibilidade deve ser buscada sempre?, destacou.

Iniciativas que devem ser seguidas

Foto: Francisco Leal/CCom

Elevador com acessibilidade

São iniciativas como esta que devem ser seguidas segundo a presidente da Associação dos Cadeirantes, Silvana Miranda. ?São ações importantes como esta que servem de exemplos para outros órgãos. E isso já nos satisfaz muito, pois percebemos que as pessoas estão se conscientizando pouco a pouco, mais preocupadas e mais atentas às nossas limitações?, comentou.

Girlane Maria Lima Cassiano, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, disse que a acessibilidade da sede da OAB-PI é apenas mais um passo na garantia dos direitos das pessoas com deficiência.

?Há três anos foi criada a Comissão aqui na OAB e isso é uma vitória para nós como instrumentos dela. Oferecer acessibilidade é fundamental para um órgão que tem um papel determinante na garantia dos direitos das pessoas com deficiência. Muitos vêm aqui em busca de informação, de orientação, para conhecer seus direitos e garantias. Um dos grandes desafios que temos é ampliar essas orientações; não só aos deficientes, mas também a toda a sociedade. Porque acessibilidade não é só medidas estruturais, mas mudança comportamental?.

Fonte: CCOM, www.pi.gov.br