Seduc terá R$ 6,5 mi para concluir primeiras escolas profissionais

Escolas profissionalizantes padrão do MEC que estão em construção

O presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Idilvan Alencar, declarou que vai liberar os valores necessários para a conclusão das duas primeiras escolas profissionalizantes no padrão do Ministério da Educação (MEC) que estão em construção no Piauí: uma em Teresina e outra em Esperantina.

O anúncio foi feito na manhã de ontem, durante visita às obras da escola localizada na capital, no Grande Dirceu, acompanhado da secretária de Estado da Educação, Rejane Dias.

A unidade de Teresina está com 61% de execução e faltam R$ 4,35 milhões para a conclusão. A escola de Esperantina precisa de R$ 2,2 milhões para concluir os 25% restantes da obra. “A Secretaria pode enviar para o FNDE as prioridades para nós disponibilizarmos os recursos alocados”, comentou Alencar.

A secretária Rejane Dias ressaltou que uma das metas da Seduc é aumentar a oferta dos cursos profissionalizantes ministrados em escolas com a estrutura do padrão oferecido pelo MEC. “Além da conclusão dessas duas escolas em execução, pleiteamos mais 20 unidades para o Estado”, comentou.

As escolas profissionalizantes no padrão MEC possuem auditório, biblioteca ampla, teatro de arena, refeitório, quadra poliesportiva coberta, 12 salas de aula, seis laboratórios básicos e outros dois de grande porte, além de área de vivência. O custo médio de cada unidade é de R$ 7,4 milhões.

Image title


Fonte: Ananias Ribeiro