Segunda etapa do PAC vai garantir mais estradas para o Piauí

Segunda etapa do PAC vai garantir mais estradas para o PI

Previsto para ser lançado ainda em janeiro, a segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento no Piauí já começou a ser negociada pelo governador Wellington Dias em Brasília. Durante a visita que fez ao Palácio do Planalto nesta semana, Dias afirmou que iniciou os acertos com o presidente Lula sobre o Programa em solo piauiense.

?Uma das principais novidades que trouxemos dessa viagem foi o avanço nas negociações sobre quais obras serão incluídas no PAC no Estado?, pontuou ontem, durante a posse do presidente reeleito do PT, o deputado estadual Fábio Novo.

Enquanto as obras do PAC 1 no Piauí estão em andamento, com recursos em torno de R$ 800 milhões, o PAC 2 deverá incluir a construção das estradas da BR-235, ligando os municípios de Gilbués a Santa Filomena; além de um trecho de 110 quilômetros ligando os municípios de Bom Jesus, Santa Luz, Guaribas, Caracol e Campo Alegre de Lourdes, na Bahia, somando, ao todo, R$ 250 milhões.

Segundo o coordenador do programa no Piauí, o vice-governador Wilson Martins (PSB), também serão solicitadas as inclusões no PAC 2 das obras de uma ferrovia que será um ramal da ferrovia Transnordestina, indo de Picos, passando por Paulistana e chegando até Teresina. A obra seria um interligamento com a rede que já une as capitais São Luís (MA) e Fortaleza (CE).

Outro acordo firmado pelo chefe do Executivo estadual com o Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal (CEF) trará cerca de R$ 206 milhões a serem aplicados em obras habitacionais e de infraestrutura no Piauí ainda este ano.

?Iremos contemplar 180 municípios piauienses pelo Programa Minha Casa, Minha Vidal, através do convênio com o ministro das Cidades, Márcio Fortes, e o presidente Lula?, ressaltou Dias. Cada município contemplado poderá receber até 60 novas habitações para a população de baixa renda.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte