Segurança no 2° turno terá 1.800 homens da PM

No primeiro turno, 30 prisões foram realizadas no Piauí. Os principais motivos foram crimes eleitorais e desrespeito à lei seca.

A Polícia Militar do Piauí (PM) decidiu, após reunião com autoridades da segurança do Estado, manter o mesmo efetivo de agentes utilizados no 1° turno das eleições 2010. No total, 1.800 militares estão escalados para garantir a normalidade do pleito pelo interior.

"Na sexta passada tivemos um encontro com juízes e decidimos executar o plano traçado para o primeiro turno. Os policiais devem sair da capital nesta quinta-feira (28) e só regressarão após o fim das apurações", informa o comandante geral da PM, coronel Francisco Prado.

No primeiro turno tropas federais foram enviadas para os municípios de Anísio de Abreu, Dirceu Arcoverde, Corrente, Cristalândia, Uruçuí, Valença, Lagoa do Sítio e Novo Oriente.

No total, 30 prisões foram realizadas no Piauí. Os principais motivos foram crimes eleitorais e desrespeito à lei seca.

Na reunião estiveram presentes os Superintendentes da Polícia Federal, Comandante da Polícia Militar, Secretário de Segurança Pública, Superintendentes da Polícia Rodoviária Federal, Comando do Exército no Piauí, e assessores destas instituições.

Fonte: Assessoria