Senado: Bancada piauiense vota pelo mínimo de R$ 545

O primeiro destaque a ser votado foi o proposto pelo PSDB de aumentar o mínimo para R$ 600

Os três senadores piauienses - Wellington Dias (PT), João Vicente (PTB) e Ciro Nogueira (PP) - votaram em conjunto a favor do salário mínimo de R$ 545, aprovado na noite da última quarta-feira, no Senado Federal.

O primeiro destaque a ser votado foi o proposto pelo PSDB de aumentar o mínimo para R$ 600. A proposta foi derrotada por 55 votos contra, 17 a favor e 5 abstenções. Em seguida, os senadores votaram no aumento proposto pelo DEM de um salário mínimo de R$ 560.

Apoiada pelas centrais sindicais, a proposta foi rejeitada por 54 votos contra, 19 a favor e 4 abstenções.

O Senado derrubou ainda um outro destaque do PSDB, com o objetivo de retirar do texto o artigo que estabelece o uso de decreto como instrumento para o governo determinar, ano a ano, até 2015, o valor do mínimo.

Os senadores do Estado rejeitaram as propostas. No Piauí, o impacto do novo mínimo chegará a R$ 8 milhões e 400 mil por ano. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte