Senador Heráclito Fortes pede informações sobre pornografia em arquivos da Abin

O relatório foi entregue pela Justiça ao senador há duas semanas

O senador Heráclito Fortes (DEM-PI) enviou ofício à Justiça Federal em São Paulo requisitando todas as informações sobre a perícia criminal em computadores da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

A perícia está sendo executada pela Polícia Federal em inquérito que investiga o vazamento da Satiagraha, operação que, em julho, levou para a prisão o banqueiro Daniel Dantas, do Opportunity.

Relatório Parcial de Mídias produzido pela Polícia Federal após análise de discos rígidos (HDs) de computadores apreendidos na base de operações da Abin, no Rio, aponta existência de "farto material pornográfico" nos arquivos secretos da agência, subordinada ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

O relatório foi entregue pela Justiça ao senador há duas semanas. Heráclito preside a Comissão Mista de Atividades de Inteligência no Congresso. "O primeiro relatório é impactante, me parece da maior gravidade", observou o senador.

Ele ressaltou que não quer fazer prejulgamentos. "Quero conhecer todos os detalhes da perícia para tomar eventuais providências." Heráclito disse que não discute "a função institucional" da Abin, mas demonstrou preocupação com eventual desvirtuamento das atividades de agentes.

Os HDs sob análise pericial foram recolhidos também na residência de agentes da Abin e de posse do delegado Protógenes Queiroz, mentor da Satiagraha e alvo principal do inquérito da PF. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Fonte: g1, www.g1.com.br