Senadora quer que energia eólica produzida no PI abasteça o Estado

A senadora apresentará um projeto de lei

Até o final do ano as senadoras petistas Regina Sousa (PI) e Fátima Oliveira (RN), vão apresentar projeto de lei propondo que um percentual da energia eólica seja enviado para o município gerador e que o ICMS contemple o Estado em que a energia foi produzida. No final de semana a senadora Regina Sousa, PT, percorreu nove municípios da região sul e visitou o Parque Eólico Chapada do Piauí I, em Marcolândia, a 422 km de Teresina, que gera 205,1 MW de energia por mês.

A senadora Regina Sousa informou que o projeto está sendo elaborado por técnicos das duas assessorias. O objetivo é beneficiar os municípios e o Estado geradores com energia limpa e com recursos para fomentar a economia local. “ Não tem sentido o Estado gerar energia e não ficar com a energia produzida.” A parlamentar explicou que antes de elaborar o projeto é preciso incluir na Constituição Federal uma emenda que cite outros tipos de energia produzidas no Brasil. O deputado federal Júlio César tem projeto nesse sentido.

O Complexo Parque Eólico Chapada do PI inclui sete parques, com 16 aerogeradores e 115 torres. Seis parques já estão funcionando e em cinco meses, com mais um parque em funcionamento, fornecerá 430MW. O produto é adquirido pela Eletrobrás que distribui a energia para os Estado compradores. O Complexo começou a ser construído em dezembro de 2014 e o geração de energia começou em julho passado. O técnico de Segurança do Trabalho, Marcos Silva disse que a geração de energia foi antecipada em dois meses. A conclusão da obra está previsto para 2016.

Além do Parque Eólico, a senadora visitou a Barragem do Estreito, na divisa dos municípios de Francisco Macedo e Padre Marcos. As lideranças dos municípios vizinhos que serão abastecidos pela Barragem solicitaram à senadora apoio para a conclusão da instalação dos equipamentos que vão levar água para mais cinco municípios. Atualmente só os moradores de Belém do Piauí e Padre Marcos são abastecidos com água da Barragem do Estreito. A falta de água foi a maior reclamação dos moradores dos nove municípios visitados pela parlamentar petista em três dias.

Na visita aos municípios da região sul, a senadora Regina Sousa conversou com lideranças, militantes e simpatizantes do PT e de outros partidos sobre reforma política, destacando os principais pontos do projeto quer será votado no Senado este ano, atual conjuntura e crise hídrica, chamando atenção para a Encíclica do Papa Francisco em que ele pede para que as pessoas cuidem da “nossa casa comum, a mãe Terra.” “O objetivo da minha visita é conhecer os problemas e a realidade dos municípios. E o meu estilo de trabalho é ouvir as pessoas”. Nas visitas aos municípios são convidadas lideranças de outros partidos e de cidades próximas que expões os problemas e pedem ajuda para tentar solucioná-los.

Fonte: Assessoria