Serra afirma que fusão proposta por Aécio vem "fora de hora"

Serra afirma que fusão proposta por Aécio vem "fora de hora"

Em evento de inauguração da estação Pinheiros do Metrô , em São Paulo, o governador Geraldo Alckmin e o ex-governador José Serra comentaram o plano de Aécio Neves (PSDB-MG), divulgado hoje pela Folha, de criar um novo partido para disputar as eleições à Presidência em 2014.

"Não é uma ideia que está posta. É uma discussão fora de hora", criticou Serra logo após a inauguração da estação.

Aécio postula o direito de representar a oposição na corrida presidencial de 2014, e estaria planejando criar um novo partido para a disputa.

O atual governador endossou a fala de Serra. "Eu respeito as ideias. Eu respeito o Aécio, mas é muito cedo para essa discussão", comentou Alckmin.

Os dois tucanos participaram junto da inauguração que também contou com a presença de Alberto Goldman --que governou São Paulo no final do mandato de Serra, que renunciou para concorrer à Presidência no ano passado.

Outros líderes tucanos já mencionaram a fusão do PSDB com DEM e PPS como uma possibilidade a ser considerada no horizonte da oposição. São eles: o ex-senador Tasso Jereissati (CE), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (SP) e o próprio Alckmin.

"Existem propostas nesse sentido. São aspectos delicados. Acho que o mais importante é manter a coesão dos partidos. (...) Não sei qual a tendência, se vai haver fusão ou não", afirmou FHC em abril. Naquela mesma semana, Geraldo Alckmin disse que a fusão "pode ser muito boa", mas que não via urgência na discussão.

Fonte: AFP