Serra diz que reeleição não deu certo e defende mandato de cinco anos

Tucano não deixou claro se, caso eleito, faria a mudança durante seu governo

O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, disse nesta quarta-feira (21) que defende mandatos presidenciais de cinco anos e o fim da reeleição. Atualmente, o presidente cumpre mandatos de quatro anos, que podem ser renovados por mais quatro.

Confira também

Em entrevista ao jornal SBT Brasil, o ex-governador de São Paulo afirmou que, analisando a história, ?essa questão da reeleição não deu certo?. Questionado, porém, se a nova regra começaria a valer em seu governo, caso ele venha a ganhar as eleições, Serra esquivou-se.

- É preciso renovar. Essa é uma musica que toco há muito tempo.

Minutos antes de começar a entrevista, o presidenciável tucano já havia comentado o assunto no Twitter. ?Há muito tempo sou contra a reeleição. Um só mandato, de 5 anos, é suficiente. JK não fez 50 anos em 5??, questionou o tucano, respondendo a outros internautas que o questionaram sobre o tema no microblog.

Durante a entrevista ao SBT, na qual falou do que pretende fazer caso eleito, o tucano voltou a dizer não acabará com programas que viraram bandeiras da gestão de Luiz Inácio Lula da Silva, como o Bolsa Família.

- Vou reforçar [o Bolsa Família] e procurar ligá-lo a questões de preparação de emprego para jovens. Temos que avançar para permitir que as pessoas tenham sua renda.

Questionado se Aécio Neves seria ?uma carta fora do baralho? como vice em sua chapa, Serra procurou reforçar que os dois precisam caminhar juntos.

- Aécio será uma carta dentro para o PSDB vencer.

Fonte: R7, www.r7.com