Silas Freire repudia carioca que ofendeu mulheres piauienses na web

O empresário Paulo Figueiredo Filho se referia a uma manifestação

Mais uma vez os piauienses são alvo de comentários preconceituosos na internet, desta vez um empresário carioca usou seu perfil no Facebook para ofender as mulheres piauienses. O post fez com que o deputado federal Silas Freire (PR- PI) repudiasse a atitude discriminatória do internauta, em seu pronunciamento no Plenário principal da Câmara dos Deputados.

O empresário Paulo Figueiredo Filho se referia a uma manifestação em que estudantes do Rio Grande do Sul pediam a não proibição do uso de shorts nas dependências da escola. O empresário apoiou as estudantes, mas declarou que as piauienses deveriam usar um saco de papelão na cabeça usando tom depreciativo em seus comentários. 

Sobre a postagem, Silas Freire foi categórico, fere a dignidade da mulher piauiense e merece repúdio. "Eu quero registrar o repúdio ao empresário Paulo Figueiredo e dizer que o Piauí tem fama de gente trabalhadora e honesta, por isso, não precisa esconder o rosto." reagiu o deputado.

Esta não é a primeira vez que o parlamentar precisa chamar atenção para as ofensas contra o povo piauiense na internet. Em 11 de novembro de 2015, após veiculação de matéria em site nacional que noticiava a colisão do metrô de Teresina com o trem da ferrovia Transnordestina, onde duas pessoas morreram, começou um ataque maciço contra os piauienses nos comentários deixados pelos internautas. 

Entre as ofensas, diziam que o Piauí é insignificante, que o transporte deveria ser de jegue , entre outros. Na ocasião, na CPI dos Crimes Cibernéticos, da qual é membro, Silas Freire pediu que a Polícia Federal investigasse os autores das ofensas contra o Piauí.


Image title


Image title

Fonte: Com informações da Assessoria