Silas Freire aprova requerimento para visita ao Porto do Piauí

O requerimento também trata da realização de Mesa Redonda.

O deputado federal Silas Freire aprovou durante a comissão de Viação e Transportes, na manhã desta quarta-feira (02), requerimento que prevê e visita técnica ao Porto do Piauí, no município de Luis Correia. Além da visita, o requerimento também trata da realização de Mesa Redonda para que possa debater acerca das possíveis soluções para a situação das obras naquele porto. 

"O objetivo é avaliar a situação é retomar as obras do Porto do Piauí, que já aguarda décadas para a sua finalização", completa Silas. 

"Realizamos no dia 13 de agosto uma audiência pública nesta comissão e que ficou conhecida como o marco da retomada das obras do nosso porto. Na presença do Ministro dos Portos Edinho Araújo, do Governador do Piauí Wellington Dias e de toda a bancada federal piauiense surgiram alguns encaminhamentos para que possamos resolver as pendências junto ao Tribunal de Contas da União e a possibilidade do Estado auxiliar a União na retomada das obras", destaca Silas Freire. 

Image title

O requerimento foi aprovado com louvor na Comissão de Viação e Transportes, na qual Silas Freire é membro. Além de aprovado, Silas Freire recebeu o apoio de parlamentares membros da subcomissão de Portos da CVT, como por exemplo os deputados Leônidas Cristino (PROS-CE) e Edinho Bez (PMDB-SC). 

Durante a aprovação requerimento o deputado Leônidas disse que participará das visitas e da mesa redonda proposta por Silas Freire. "Décadas de construção para esse porto e nada. Isso é inédito. Temos que investigar o que está acontecendo", declara Leônidas que completa elogiando a aprovação do requerimento proposto pelo parlamentar piauiense. 

O deputado Edinho Bez relembrou a audiência pública realizada por Silas Freire e declarou que a CVT e bancada piauiense estão unidas para resolver as pendências que giram em torno das obras do Porto de Luís Correia.

"Acredito que tal medida viabilizará o debate sobre as soluções cabíveis e necessárias para a conclusão da obra do nosso porto", finaliza Silas Freire.

Fonte: Assessoria