Silas promove audiência sobre Unificação das Polícias em Teresina

A audiência acontece nesta sexta (19) na Assembleia Legislativa

A Comissão Especial de Segurança Pública da Câmara dos Deputados vem a Teresina na próxima sexta-feira (19) para Audiência Pública que irá discutir o projeto de Unificação das Polícias suas consequências. O debate proposto pelo deputado federal Silas Freire acontece no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Piauí, das 14 as 17 horas.

Silas Freire explica que Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Piauí, Tribunal de Justiça e Ministério Público Estadual foram convidados e poderão ser ouvidos. “O presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, deputado Edson Moreira (PR-MG) estará em Teresina para mediar, juntamente comigo, as sugestões e contribuições, porque entendemos que a segurança pública não é só prender, é formular o processo, o inquérito e oferecer ao Ministério Público condições para que ele ofereça a denúncia.”, afirmou.

São dois modelos que estão sendo discutidos no Brasil atualmente: a unificação das polícias e a polícia de ciclo completo. O debate se concentrará na proposta de Unificação e , em uma discussão posterior, será destacada a proposta de polícia de ciclo completo. “Queremos dar a oportunidade das categorias serem ouvidas e debater os prós e os contras da unificação. O nosso objetivo é promover a articulação das polícias, maior eficiência e as melhores condições para a segurança pública. Entendemos que o Brasil não pode mais adiar esse tema e precisa acabar com a sensação de impunidade por conta da baixa resolutividade dos crimes. A segurança tem que ser uma prioridade e é isso que estamos tentando debater.”, declarou o parlamentar.


O deputado Silas Freire destaca ainda que propôs a realização do debate no Piauí para colocar o estado no rol das grandes discussão realizadas na Câmara Federal. “Vai ser um momento ímpar e o Piauí vai ser palco disso, essa é nossa função na Câmara Federal, colocar o Piauí nos grandes debates. Posteriormente nós já temos aprovado também a realização de um debate sobre o Código de Processo Penal, também em Teresina. Essa é a nossa proposta, de que nada que se discute de importante naquele Congresso não passe no nosso estado, chega de nós ficarmos de fora dessas discussões.”, finalizou.

Fonte: Portal MN